Caixa de namoro

To no meio de uma maré ruim

2020.11.17 21:42 avalanche_de_merda To no meio de uma maré ruim

Não aguento mais meu trabalho, é muita cobrança, nenhum treinamento, tenho sempre que me virar. Sempre me dei bem, mas ultimamente o acumulo tem me prejudicado. Claro, trabalho naquela área do capeta que todo mundo acha que é uma maravilha. Não tenho função bem definida, na verdade até tem, mas é fake, não tem coisa nenhuma, faço um monte de coisa além da minha função "oficial". Como resultado, o cobertor fica sempre curto em algum canto. Digamos que me falta certa malandragem também. Tem sido uma droga, alguns acontecimentos recentes me estressaram muito e estou desenvolvendo uma fobia de trabalho, qualquer demanda me gera um estresse enorme e medo, e minha gerencia se acha o suprassumo da competência na Terra, muitas vezes não se responsabiliza pelas paradas que vão mal. É mais ou menos assim: "os sucessos são coletivos da equipe e da gerência (principalmente), mas os erros são individuais". Para completar vivo longe da minha família de nascença e as cobranças estão começando a ser feitas sobre os rumos e destinos de uma pessoa, como se eu pudesse ajudar em algo por escolhas alheias, mandar nos destinos das pessoas, etc. Eu aprendi bem novo que quanto mais eu tentava ajudar minha família em coisas muito pessoais e que não era nada que colocava a vida ou saúde delas em risco, que exigisse medidas desse tipo, mais piorava, é como naquele filme "Efeito borboleta", quanto mais mexe, mais piora. Mas algumas pessoas parecem que não tiveram essa vivência e hoje entrei nessa "onda" e já vejo que vou me arrepender. Pra piorar estou brigado com minha namorada, eu sou tranquilo quanto a namoro, só quero alguém pra ter tranquilidade, mas tenho uma certa dificuldade a ficar restrito no mundo alheio, invariavelmente algumas condições limitantes são impostas e eu sei que isso são coisas normais de relacionamentos afetivos monogamicos , mas eu tenho algumas ideias "fora da caixa" que as vezes eu sinto que incomodam minhas parceiras (sim, já aconteceu mais de uma vez). Não, eu não sou irresponsável financieramente e nem tem relação com sexo, minha situação financeira é ok, nossa vida sexual é aparentemente ok, mas eu acabo tendo alguns hobbies e ideias que não são as mais convencionais, eu gosto de estar ocupado com algumas coisas mais criativas, não é nada demais, mas as minha namorada atual e anterior se contentava em e ver netflix (e nada que se distancie disso), comer, namorar, dormir e o que sobrar de energia e alma é pro trabalho. Eu por vezes me contento e estou plenamente ciente da importância de ter uma vida longe dos grandes riscos. Mas as vezes tenho alguns impulsos mais criativos, e, bem da verdade, eu sempre tenho que decidir das atividades que não sejma relacionadas ao ato de comer, namorar e dormir e é complicado pra mim ficar guiando 100% o relacionamento nesse sentido. Sei que não é nada demais e que 99% da população passa por isso, mas só queria dar uma desabafada e, desculpa o username, na hora foi minha única ideia, por favor não apaguem meu desabafo por isso.
submitted by avalanche_de_merda to desabafos [link] [comments]


2020.10.14 09:18 queijinhos Eu não consigo NADA.

É exatamente isso: não consigo nada.
Eu não consigo terminar nada do que eu começo, a minha vida tá desmoronando, parece que ninguém se importa e eu nem sei escrever um texto decente.
Tudo tá difícil. Eu não tenho 1 real, meu namoro tá indo pro lixo, não tenho amigos nem emprego. A pandemia levou o que eu tinha - só sobrou 100kg, um monte de doença e a Trigg me infernizando pra pagar a dívida que eu tenho. Nenhum anti depressivo resolve, meu pai me acha um fracasso e a minha mãe culpa meu autismo. Minha namorada parece me odiar cada dia mais, o pessoal da Drogasil já decorou meu nome - nome esse que tá indo pro Serasa.
Meu último trampo foi de caixa e não durou nem seis meses porque eu sou incapaz de fazer qualquer coisa. Não consigo dormir, não consigo chegar no horário, não consigo ter uma conversa como um ser humano normal. Lógico que não vou durar em emprego nenhum. Até os freelas desapareceram e meu currículo é uma piada.
Não consigo ver um filme porque não sou capaz de sentar no sofá e prestar atenção. Nem jogar, nem me exercitar, nada. Meu cérebro está em um constante estado de “NEXT” e nunca faço nada nem término nada.
Sexo? Faz mais de seis meses. Não tenho vontade, não estamos bem de saúde. Não lembro a última vez que me diverti.
Não sobraram amigos, nem dinheiro, nem beleza, nem saúde, não sobrou nada. Me pergunto que porra eu tô fazendo no universo porque essa é a vida mais meia bomba que eu já vi.
submitted by queijinhos to desabafos [link] [comments]


2020.09.09 02:21 Enscie Ejaculação precoce e antidepressivo! Desabafo e opinião

Opa galera, beleza?
Então fim de semana passado, sai com uma menina, fomos pra casa dela, ela colocou muita pressão querendo meter de primeira e eu gosto das preliminares para relaxar... Além de ter sido muito chato, pois ela não me deixava tocar no corpo dela sem ouvir um "não toque" ou que eu estava com o álito do que acabamos de comer ou beber... Enfim, depois de não ter feito nada, pois ate ao tentar usar meus dedos para estimular ela ela perguntava "O que vc esta fazendo?", "Não quero sua mão ai, quero outra coisa"... Depois de ouvir isso desde que sentamos na cama, eu acabei por gozar.... Dois dias depois ela veio me rebaixar por mensagem e dizer que eu devia me envergonhar disso... Enfim, não liguei mas sei que é um problema que precisa de atenção...
No inicio do ano meu namoro acabou e emprego ao iniciar a pandemia, então isso me casou uma grande ansiedade, tanto que as vezes dependendo do que ouso ou se me apressa muito, acabo por sentir um mal estar, e suar frio, a respiração muda e tals... Antes não tinha isso, tinha ansiedade e gozava rápido pela ejaculação precoce, mas com o antidepressivo Paroxetina e minha namorada dando apoio eu fiz um tratamento por 3 messes e conseguia segurar entre 2 e 5 minutos de boa... Achando que estava curado desse problema, acabo por ver que gozei muito mais rápido que o normal, pois nem houve penetração e ainda tive que disfarçar o mal estar da ansiedade menos o suor que não deu... para a menina.
Agora gostaria iniciar um novo tratamento com o remédio, até tenho receita para uma caixa do remédio, mas queria um medico para pegar novas receitas e nem sei se o psicólogo do posto pode me dar esse remédio... Mas queria voltar ao meu tratamento antigo que seria um ano, e apoio da terapia para melhora permanente... Agora que estou solteiro queria ao menos poder ter sexo sem gozar logo e não sentir prazer na relação sexual, pois gozo mas nem sempre tenho o orgasmo... Pois gozo antes de ter o bendito kkk
Obs: Na época eu dormia pouco com o remédio, e tinha alguns sensações pelo corpo de cansaço, mas era bom com meu humor e parava completamente a ansiedade e tirava meus pensamentos tristes... E claro resolvia minha ejaculação regulando ela e me fazendo aprender a controlar...
Então tem os pros e contras... Alguém toma ou tomou esse remédio por mais tempo que 3 meses, para falar algo também?
O que vcs fariam?
submitted by Enscie to desabafos [link] [comments]


2020.09.07 04:46 CraftedBot Oi pessoal, preciso desabafar

Oi pessoal, sei que o grupo não é muito ativo e que ninguém aqui deve se importar comigo. Mas aconteceu algo muito pesado comigo essa semana e esse grupo é o único lugar em que eu sinto que posso desabafar e ser ouvido sem que me julguem. Eu e minha namorada namoramos há quase dois anos e em todo esse tempo quando ficamos juntos é na minha casa ou em qualquer outro lugar, exceto a casa dela. O pai dela me despreza. A primeira vez que nos conhecemos ele foi legal e simpático, até que perguntou o que eu fazia da vida. Estudo ciências sociais na USP, quando eu disse isso ele fechou a cara na hora e mudou de assunto. A família deles é bem humilde, o pai dela tem um barzinho/restaurante onde toda a família trabalha, exceto minha namorada, que é a filha mais nova e foi a “escolhida” pra ser “alguém na vida”, então o pai dela é bastante protetor. Depois da revelação de minha carreira acadêmica a janta mudou, a conversa continuou em outros assuntos, mas eu fui completamente excluído dela, a única pessoa que tentava me trazer pro assunto era minha namorada, mas a mãe o pai e os irmãos dela me ignoravam completamente. Quando cheguei em casa ela me mandou uma mensagem dizendo que o pai dela tinha mandado ela terminar comigo, falando que eu era vagabundo, não prestava e ia só atrapalhar na vida dela. Ela cursa direito e pra família dela eu sou um peso que ela vai ter que sustentar. Isso foi no primeiro mês de namoro, eu estava completamente apaixonado por ela (e ainda estou) e disposto a enfrentar qualquer adversidade para que o nosso namoro seguisse. O único dia que o restaurante deles não abre é domingo, então fui lá logo na outra semana pra resolver qualquer desentendido. Quando cheguei a família toda estava vendo Faustão, inclusive as namoradas dos irmãos e ninguém quis conversa comigo, sequer levantaram do sofá para me cumprimentar. Não quis atrapalhar o programa então eu e minha namorada fomos para o quarto esperar uma situação mais propícia para o diálogo. Mal havíamos fechado a porta e vem o pai dela batendo com tudo na porta e escancarando ela (ele não é alto, mas é daqueles carecas gordinhos com cara de brabo que quando vestem regata, bermuda e havaianas ficam parecem um botijão gigante.) ele começa a gritar que não queria porta fechada nem vadiagem na casa dele e deu um discurso cheio de indiretas me chamando de vagabundo e praticamente me expulsando da casa deles. Não fui embora. Ficamos estudando e de quando em quando o pai ou um dos irmãos ia ver o que estávamos fazendo. Diversas situações similares foram acontecendo até que decidimos que era melhor desistir e evitar a família dela. Fomos assim por mais de um ano. Nesse tempo eu fui estudando mais sobre o agronegócio e a indústria da carne e decidi virar vegetariano em junho do ano passado. Conversamos bastante sobre isso e ela sempre foi muito interessada, até que semana retrasada ela decidiu virar vegetariana também. Ela, é claro, não contou pra família dela porque medo de que iriam surtar, mas convenci ela que se abrir pra eles seria a melhor coisa, que eles iriam entender e que eu poderia ir com ela. Esse foi meu erro. Ela achou legal de fazer a revelação no restaurante da família, servindo um prato vegetariano pra mostrar que é fácil e possível. Como eu já disse, o restaurante é bem simples, o buffet é basicamente arroz, feijão, batata frita, bife e umas saladinhas (por saladinhas entenda alface, tomate e de quando em quando salada de batata). Quando saímos da faculdade fiz questão de pedir um Uber pra gente chegar no restaurante mais rápido enquanto o pai dela não tá no horário de descanso (ele dorme numa rede nos fundos do bar). Chegamos lá perto da uma da tarde. Era quarta feira e o lugar estava bastante movimentado. O irmão dela, que fica no caixa, deu um sorriso quando entramos, mas desfez logo que viu que a irmã trouxe o namorado. Minha namorada vai pro caixa falar com o irmão dela e diz pra eu já ir me servindo e procurar um lugar. Eu to bastante nervoso e me arrependendo desde que vi a cara que o irmão fez ao me ver, mas me sirvo mesmo assim. Já estou com o prato servido e vou até ela, agora atrás do caixa falando com o pai e com a mãe, paro, os pais dela me olham, meu sogro com a cara fechada sequer acena com a cabeça pra mim. Minha namorada faz um sinal com a mão me chamando. Vou até ela, ficando desconfortavelmente próximo do pai dela. Ela pega a minha mão, eu fico segurando o prato com uma só e diz: “Eu decidi virar vegetariana”. Ela sequer havia terminado a frase, bastou o pai dela ouvir “virar vegetariana” que ele virou a cabeça com uma velocidade descomunal em minha direção, mas ele não olhou pra mim, como eu pensei que faria, estava olhando pro meu prato. Arroz, feijão, alface, batata frita e nada de carne. Eu olho pro prato também percebendo agora meu erro e quando ergo a vista ele me encara com aqueles olhos furiosos. Não fui capaz de absorver inteiramente o quanto de ódio existiam naqueles olhos, porque ele deu um tapa no meu prato de baixo pra cima, sujando minha camiseta azul celeste do Carl Sagan de feijão e interrompendo qualquer raciocínio que corria pela minha mente. O prato estraçalhou no chão e antes que o quebrar do vidro pudesse irromper pelo restaurante e o burburinho dos clientes fizesse perceber-se silenciado meu sogro já estava gritando. “TU FEZ ISSO COM ELA!” “ESTRAGOU MINHA FILHA!” ele me dá um empurrão contra o balcão, minha namorada recua assustada, eu tento sair pelo lado, mas ele bloqueia o caminho, minha namorada chorando tenta segurar ele, mas minha sogra a segura mais forte. “VAI JOGAR NO LIXO O ESFORÇO DA MINHA VIDA TODA! SEU MARGINAL!” Eu tava bem passivo até que ele falou isso, ele não sabe quem eu sou, só tem preconceitos contra mim. Não sabe o quanto eu amo a filha dele e o quanto só quero o melhor pra ela. Eu já tinha tentado expressar isso no diálogo, agora ia ser na porrada, sem palavras, só sangue. Dou um empurrão com toda minha força e na fresta de tempo que abre eu pulo o balcão pra ter mais espaço para brigar, já enquanto pulava vejo uns tiozinhos numa mesa, sob ela uma litrão de Skol que eu penso em usar como arma. Pulo o balcão, pego a garrafa, enquanto isso ele veio dando a volta no balcão que nem um touro pra me pegar. Segurando a garrafa pela boca eu bato ela na mesa, o vidro se quebra e eu ergo a ponta estraçalhada e afiada diante de mim, pronto para defender minha honra e a de minha amada daquele botijão colossal. Com a garrafa diante de mim e a criatura se aproximando eu olho por um instante para o vidro amarelado que seguro em minhas mãos. Vejo, no reflexo, a entrada do restaurante atrás de mim, e passando rápido pela rua o que parecia ser uma aeronave pequena não tripulada, logo atrás uma espécie de exoesqueleto metálico armado com uma metralhadora, de repente, um estrondo ensurdecedor seguido de um clarão. Era o início da era das máquinas.
submitted by CraftedBot to copypastabr [link] [comments]


2020.09.06 14:17 DemonFranco É possível mesmo duas pessoas se relacionarem de forma PURAMENTE sincera?

Até os 18 anos (hoje tenho 22) eu fui extremamente introvertido, com pouquíssimo contato com a realidade do mundo. Desde moleque desenvolvi uma vontade muito forte de ter aquele clássico relacionamento vitalício (não perfeito, mas no mínimo sincero e recíproco) que se vê em filmes de romance ou animes tipo Naruto. Na verdade, lá no fundo, ainda tenho essa vontade. Mas essa vontade foi minha perdição, pois dediquei demais à pessoas que não estavam dispostas a fazer 5% do que eu estava.
A primeira decepção foi com, claro, meu primeiro amor: nunca amei tanto alguém como amei aquela garota. Fiz de tudo pra me aproximar dela, fui até em sua casa pedi-la em namoro, e o pior é que ela aceitou sem me desejar. Passamos 2 anos nos "relacionando" sem um abraço sequer e com conversas vazias, até chegar o dia em que ela decidiu ser sincera (hoje eu vejo que tudo era bem óbvio, mas minha introversão tinha me tornado muito inocente). Logo depois arrumei uma webnamorada, com quem namorei por foto e vídeo até conseguir um emprego aos 19 e conseguir visitá-la: perdi 4 dias de trabalho sem atestado, quase fui demitido e viajei SOZINHO pra São Paulo mesmo sendo que não saía pra jogar bola na rua. Finalmente, então, perdi meu bv e minha virgindade. Apesar de que voltei pra casa feliz e realizado com a nova etapa do relacionamento, a mesma terminou comigo uma semana depois, com desprezo e raiva em suas palavras e até hoje não entendo porquê. Vida que segue, comecei a me socializar mais, ir em festas, conhecer novas pessoas, e na própria empresa em que eu trabalhava conheci uma garota que me admirava por minha espontaneidade. Ela também era muito introvertida, vem de uma família evangélica extremamente violenta e ríspida, então eu senti que poderia "salvá-la" mostrando os prazeres do mundo fora da caixa do preconceito. Sempre deixei claro a ela que gosto de tudo o que o cristianismo lhe ensinou a fugir: bruxaria, cannabis, liberdade de expressão, etc. Logo, desde o início estávamos cientes de que nada seria fácil, mas eu estava disposto a enfrentar tudo aquilo e muito mais, inocentemente acreditando que isso a inspiraria a fazer coisas parecidas por mim. Engoli muitos absurdos retrógrados vindo de sua família e fingi com todas as minhas forças ser alguém que não sou (algo que desprezo e talvez não tenha feito muito bem), resistindo por "Só mais alguns anos, e vamos sair daqui". Bom, acontece que todos os meus estímulos liberais incentivaram ela a descobrir que é lésbica - e por mim tudo bem, de verdade. O problema foi que ela omitiu isso até o último dia, fingindo estar tudo bem e ainda alimentando nossos projetos futuros. No dia do término, eu fui em sua casa porque ela estava estressada, na intenção de melhorar o mínimo que fosse do seu dia. Ela me deixou ir embora pra terminar por mensagem do Facebook de sua mãe; insisti pra ela pelo menos falar o que tinha pra falar me olhando nos olhos, mas ela me tratou como se fosse um qualquer e realmente não queria nunca mais me ver.
Até então essa é minha história amorosa, mas eu também contei demais com amizades e todas (exceto uma) me decepcionaram. Comecei minha vida social com dois de meus primos (um deles é a mencionada exceção), mas o outro simplesmente se afastou de nós sem razão aparente - isso foi frustrante pra mim porque eu gosto muito dele e de seu irmão, mas nunca foi recíproco. Depois disso conheci o cara mais problemático que já passou na minha vida: 100% egomaníaco, repleto de defeitos gritantes que qualquer um com um pouco de amor próprio não investiria sua saúde mental para suportar. Mas eu, trouxa, fui diferente. Aguentei todos os seus absurdos, surtos sem sentido, falso senso de superioridade, ego frágil e invejoso, ciúmes até da minha ex (sim, hoje eu sei que ele gostava de mim mais que como amigo), enquanto via seus outros conhecidos pouco a pouco se afastarem dele. Ele foi o primeiro """""bruxo"""""" (entre muitas aspas porque a prole só sabia o que tinha pesquisado no Google e lido em revistas de banca) que conheci e, como eu valorizo muito conhecimento esotérico e não sabia de nada quando o conheci, confiei em todas as suas palavras e atitudes. E continuaria assim, se ele não tivesse tentado me agarrar enquanto fingia estar incorporando minha deusa-mãe. Na cabeça dele era um pretexto perfeito, já que essa mesma deusa está relacionada ao sexo e eu sou bi. Mas, sério, nunca vi alguém com tanto sex appeal negativo quanto esse cara. Simplesmente parei de conversar com ele, não dei satisfação alguma porque ele sabe muito bem o que aconteceu. Mas seu ego frágil não deixou isso barato: hoje eu passo na rua e todos os amigos que tínhamos em comum nem me cumprimentam mais, e de longe olham torto ou fingem que não me viram. Coincidência? Acho que não. Agora, em tempos de quarentena que está ainda mais difícil conhecer pessoas novas e criar qualquer tipo de relacionamento (como se já não fosse um desafio pra alguém que cresceu introvertido), me sinto sozinho e essa infelizmente é a melhor opção pro momento. Mas eu não quero deixar minha vontade morrer: quero de verdade dividir uma vida com alguém, compartilhar histórias que só nós vivemos, entender o que ela pensa só de olhar nos olhos. Isso é utópico demais? Será que ainda tô vivendo nos meus 17 anos?
submitted by DemonFranco to desabafos [link] [comments]


2020.07.25 04:23 YatoToshiro Ultradimension Games #4 Hyperdevotion Noire


https://preview.redd.it/pop2gd6eywc51.png?width=510&format=png&auto=webp&s=b7fd1d69edb20b4b5f7ab0882bd9b05f12b7bb07
Lee-Fi Lee-Fi é uma jovem apaixonada que usa o punho para falar. Por isso, ela é má com pessoas indecisas e acredita que apenas pessoas fortes valem alguma coisa. Ela está sempre em busca de alguém que possa ser mais forte que ela e incentiva um desafio. Quando seu interesse é escolhido, ela escuta com total intenção. Ela pode ser egoísta e rude, mas também se importa com os amigos.
Ela é a primeira dos generais a aparecer ao lado de Noire no começo. Depois que Noire acredita na tradição de uma mulher chamada Eno e joga Gamarket no Caos, os Generais desertam e agem de forma independente.
Lee-Fi é o primeiro general a luta da CPU depois que ela derruba a secretária de Noire. Ela perde e é levada em custódia. Ela desafia Noire para o primeiro desafio que vê: um pôster de um concurso de beleza e, apesar de tudo, Lee-Fi saiu correndo do palco chorando de vergonha. Mais tarde, ela decide que quer lutar contra Lid, outro dos generais. Mais tarde, ela concorda com a proposta de Resta de fazer com que os generais a combatam para ver se as convicções de Noire eram verdadeiras. Após a derrota de Resta, Ela, juntamente com Lee-Fi e Lid concordam em ajudá-la.
Lid Lid tem uma personalidade legal e séria, mas quando coisas irracionais acontecem, ela cospe comentários venenosos. Ela tem medo de desenvolvimentos inesperados, armadilhas e se esconde em uma caixa de papelão, tendendo a ser cautelosa com o ambiente.
Além disso, quando a situação se desenvolve muito além de suas expectativas. Ela também costuma se atrapalhar com suas próprias palavras..
Ela é vista pela primeira vez no início do jogo com Noire e seus outros generais.
Depois que Noire leva Gamarket ao caos, alguns soldados de Lid foram vistos perseguindo Resta, que estava em um estado enfraquecido. Ela pede desculpas por suas ações e foge.
Mais tarde, ela é vista em sua própria cidade, tentando prender os outros processadores. Quando ela é confrontada por Noire, ela os desafia. Ela perde e concorda em ser detida.
Em seu momento, ela espia Noire enquanto toma banho e a ouve falando sobre Lid ser um ídolo, o que contraria tudo o que ela representa. Depois que ela é descoberta, ela cai da abertura no chuveiro de Noire e é punida por isso.
Quando Resta se recuperou, Lid explica que Resta pisou em sua própria mina terrestre. Depois disso, ela concorda com a proposta de Resta de fazer com que os generais desafiem as CPUs a testar a convicção de Noire e, depois de derrotadas, ela se junta a elas como uma espiã da equipe.
Resta Resta parece uma criança pequena, mas por dentro é uma garota forte e uma pessoa com bom senso. Quando ela olha para a falta de jeito de Noire, mesmo quando criança, ela se preocupa. Inesperadamente, ela adora histórias de adultos e se interessa por coisas pervertidas. Mas ela não tem experiência nessa categoria e parece exibir uma pequena quantidade de inocência.
Estelle Estelle é uma pessoa com uma disposição brilhante e simples. Ela parece muito inocente e se considera uma heroína em busca de coisas lendárias. Mas suas ações nunca são feitas com más intenções, embora ainda a envolva em problemas ...
Ein Al Uma misteriosa mulher-espada, à primeira vista ela tem uma atmosfera séria e fria sobre ela. Mas ela está simplesmente (com toda a intenção) exibindo sua elegância, a chamada Chuunibyou.
Ein adora usar palavras difíceis para parecer mais madura, mas na ocasião ela mostra suas cores verdadeiras.
Moru O mais novo dos comandantes militares, Moru está cheia de energia e uma inocência natural. Ela pode parecer um pouco ingênua e se apressa a entender as coisas de uma maneira única. Sabe-se que seus sentidos são fortes, o suficiente para detectar inimigos ocultos.
Poona Pacifista gentil e com um jeito preguiçoso de falar, Poona encontrará coragem para enfrentar qualquer coisa se vir alguém que conhece ou se preocupa com problemas. Seu ponto de charme é o bombom na cabeça.
Ai Masujima Ai Masujima adora cantar e dançar com as amigas. No entanto, mexa com ela, ela fica fria, semelhante a Plutia.
Ela aparece no capítulo 4: Rest @ rt. Neste capítulo, Ai está tendo problemas para encontrar Vert e é encontrado por Eno, que está desconcertado com seu idioma. O CPU encontra-a sendo atacada por monstros, resgata-a e diz que ninguém é permitido entrar em Lowee. Ela interpreta o papel da vítima inocente até Blanc retornar e ressalta que ela foi responsável pela lavagem cerebral dos cidadãos de Lowee.
Lee-Fi é baseado em Chun-Li do Street Fighter. A tampa é baseada em Snake, do Metal Gear Solid, e usa uma faca para lutar. Resta é baseado na forma infantil de Ellis / Fiona, da Record of Agarest. Estelle é baseado no herói masculino de Dragon Quest 3 e usa uma espada e um escudo. Ein Al com duas tatuagens de espadas no rosto é baseado em Final Fantasy. Poona é baseado em Opuuna. Moru é baseado na série Monster Hunter e usa uma maça para lutar.
Ai Masujima é baseado na franquia The [[email protected]](mailto:[email protected]).

https://preview.redd.it/477hia9jywc51.png?width=510&format=png&auto=webp&s=4a405ce4a6799a91ad1b14dc180161d262c902e0
Ryuka Ryuka é uma mulher de pele clara com olhos azuis brilhantes. Seu cabelo é castanho e preso ao lado em dois cachos grandes e enrolados de comprimento uniforme. Ela veste uma flor vermelho-rosada no lado direito.
A roupa de Ryuka consiste em uma blusa vermelha reveladora com um dos quatro botões abotoados, diretamente abaixo do peito, enquanto a blusa é mantida fechada por um broche de ouro com uma flor detalhada. Impresso na camisa é um dragão preto. Isso é usado com uma jaqueta branca solta com mangas vermelhas, uma saia curta branca com faixa preta e uma fenda cortada na lateral colorida com pano vermelho. Ela também usa meia calça com um par de polainas brancas com detalhes em vermelho, preto e dourado. Seus sapatos são plataformas brancas e pretas com um rubi em cada dedo do pé.
Blossom Aisen Blossom tem uma pele clara e olhos roxos claros. Ela tem cabelos loiros, curtos e claros, com um corte infantil irregular, com a franja cobrindo o olho esquerdo. Ela usa um pedaço de cabelo roxo com adornos em ouro.
Blossom usa uma blusa branca com uma marca de forma de diamante cortada no peito e uma peça preta e dourada em volta do pescoço. Isso está embaixo de uma jaqueta roxa brilhante com detalhes dourados e pretos e um diamante de ouro nas laterais segurando-a fechada sobre o estômago. Sobre os ombros, ela tem um pano branco em miniatura com forro dourado e desenhos florais vermelhos. Por baixo da jaqueta, Blossom também tem um pedaço de material preto que gira em torno da metade inferior e um par de longas luvas brancas sem dedos. Ela também tem calças apertadas com temas cinza e preto com detalhes brancos e sapatos pretos.
Tsunemi Tsunemi não consegue expressar bem seus próprios sentimentos e tem uma maneira não natural de falar, como um robô. Ela é muito sensível aos sentimentos internos de outras pessoas e acha que só pode expressar seus verdadeiros sentimentos quando canta.
Tsunemi é uma garota de pele pálida, com olhos azuis profundos e cabelos loiros longos e pálidos, usados em tranças, seguradas com peças em círculo pretas com detalhes rosa.
Ela usa um vestido com um top revelador apenas cobrindo a frente. Consiste principalmente em preto e possui detalhes em azul pálido / esbranquiçado, ouro claro e azul escuro. Acima dos seios, no centro deles, e na parte inferior da saia, há material translúcido rosa. Ela também tem uma barra de música azul na região da virilha, cercada por quatro botões rosa com um X, O, triângulo e quadrado. Ela também usa mangas pretas e botas altas, ambas com detalhes em rosa e meias brancas um pouco mais longas.
Wyn Wyn é uma garota de futebol vigorosa e positiva. Ela é muito gentil com os outros e nem um pouco egoísta, embora possa ser meio simples. Ela é legal com amigos e estranhos.
Wyn é uma garota de pele clara e pálida, com olhos cianos brilhantes e cabelo castanho claro curto, usado em um rabo de cavalo preso por uma faixa vermelha.
Ela veste uma blusa azul solta com detalhes em azul mais escuro, dourado e branco. No peito, há uma seção de vermelho e laranja com um J azul escuro ao lado. Ela também usa shorts brancos e azuis sobre um par de leggings azuis escuras, de comprimento curto, tênis azuis com detalhes em azul e branco escuros e uma esfera azul na língua de cada dedo, uma gargantilha azul escura e uma pulseira de ouro.
Lady Wac Uma garota indescritível com uma propensão a provocar os outros até que os deixe com raiva. Sua idade é um segredo, mas comparada à maioria, parece que ela está pelo menos uma geração à frente deles, devido ao seu interesse em jogos retrô e ódio à juventude. Sua maior característica parece ser o fato de ela gostar de comer, implicando uma natureza gulosa.
Lady Wac é uma garota de pele clara e clara, com longos cabelos loiros pálidos, que são usados em tranças bufantes e franja comprida cobrindo os olhos. que são laranja. Na cabeça, ela usa uma faixa de babados roxa escura com um grande laço amarrado que tem uma peça central laranja e um pequeno diamante ao lado.
Wac usa um vestido rosa escuro com detalhes de babados roxos escuros e um pescoço correspondente, com um pequeno pingente de ouro no centro para combinar com os botões abaixo do peito, que são cobertos por um material translúcido. A saia do vestido parece ser muito folhosa e comprida, com detalhes em violeta claro e rosa pálido, além de uma pequena criatura azul que sai do bolso e uma cereja colorida no laço. Ela também tem meia-calça branca, maryjanes pretas com presilhas de morango para se parecer com doces cobertos de chocolate e rosa escuro, mangas no braço.
Generia G Uma super capitã que pode fazer qualquer coisa, desde que tenha a ver com máquinas. Ela é a líder da Minerva.
Generia é uma garota de pele pálida, com olhos dourados e um pequeno par de óculos vermelhos. Seu cabelo é pálido, amarelo chiffon e cortado na altura dos ombros, usado com um chapéu de capitão branco e preto com detalhes dourados e um rubi no centro de um deles.
A Generia usa uma roupa com temas cinza, branco e preto, fortemente decorada com detalhes em branco, preto, vermelho, dourado, azul e marrom claro. Em volta do pescoço, uma gola branca com detalhes dourados e vermelhos, além de ombros dourados e grandes mangas brancas de braço com forro dourado nas partes vermelha e marrom clara. Ela também usa uma faixa preta com uma parte colorida no centro, luvas brancas e sapatos brancos tipo mech com preto e prata na parte superior e vermelho na parte inferior com grandes algemas brancas ao redor do tornozelo.
Saori Uma garota com um verdadeiro coração de donzelas. Outros dizem que ela seria a heroína principal em qualquer sim de namoro. À primeira vista, ela pode parecer uma garota normal e normal da escola, mas não deixe isso te enganar. Ela pode lutar com os melhores!
Saori é uma garota de pele pálida, com olhos rosados e cabelos ruivo claro. Ela tem franja curta e um pouco de cabelo usado para emoldurar seu rosto, enquanto o resto é usado em um rabo de cavalo que atinge seu estômago. Perto do final do cabelo, parece uma coloração rosa pálida, e o cabelo é decorado com pequenas flores brancas e um clipe de coração rosa e oco.
Saori veste um uniforme escolar azul claro com um laço de chiffon pálido e camiseta branca por baixo, junto com um pequeno coração rosa cortado no centro do peito. Ela também usa calças de cor azul, que podem ser uma saia ou um par de shorts pregueados, meias brancas com linhas rosa no topo e botas curtas marrons soltas.
Ryuka é baseado na franquia Yakuza. Blossom Aisen é baseado em Sakura Wars Tsunemi é baseado em Hatsune Miku do Vocaloid e usa música para lutar Wyn é baseado em jogos de futebol, possivelmente Winning Eleven pela Konami. Lady Wac é baseado no clássico jogo de arcade Pac-man. Generia G Provavelmente é baseado nos jogos da Gundam Generation game Saori possivelmente é baseado em Tokimeki Memorial's Shiori Fujisaki

https://preview.redd.it/kt0iit5nywc51.png?width=510&format=png&auto=webp&s=b495872ca0121dec8d12cde3ec1f66be29c0eeb0
Vio Especialista em lidar com surtos de vírus, o Vio está muito acostumado a lutar. Ela tem uma personalidade peculiar e pode parecer um pouco feliz, embora saiba que é melhor exagerar na maior parte do tempo.
Vio tem cabelos verdes na altura dos ombros e olhos vermelhos. Sua roupa é preta com detalhes dourados e consiste em uma blusa de gola alta levemente esfarrapada, luvas brancas sem dedos, calça quente com pernas com zíper destacadas, botas brancas e algum tipo de coldre de cinta dupla na coxa direita.
Muitos aspectos do design de Vio na arte conceitual também mostram que ela é influenciada pela série Resident Evil (BioHazard no Japão); seu design geral parece inspirado em algumas das versões mais recentes do personagem 'Jill Valentine', e ela tem uma pequena criatura mutante verde / pelúcia no ombro esquerdo, segurando um guarda-chuva - na série Resident Evil, a Umbrella Corporation é responsável para o desenvolvimento original de muitos dos "vírus zumbis" mutantes ao longo da série, e seu logotipo é praticamente idêntico a uma visão de cima para baixo do guarda-chuva que o mutante da Vio está segurando. Sua arma de escolha é uma arma de cano longo, de águia do deserto, que é uma arma vista em muitos jogos da franquia Resident Evil.
Sango Sango acha que ela possui autoridade para agir mandona na frente de todos. Ela gosta de provocar e assediar os outros, e parece ser sádica e possivelmente masoquista, implicada pelo fato de que ela não odeia ser punida.
Sango é uma garota pálida, de pele clara, com pequenos olhos roxos e cabelos castanhos muito compridos. Ela tem franja arrumada e adequada para enquadrar o rosto, com poucos fios soltos na frente das orelhas e uma parte complicada que amarra o cabelo em quatro tranças circulares com tranças finas. Ela usa um ornamento roxo claro com detalhes dourados que se assemelham a uma borboleta e peças vermelhas opacas.
Seu traje consiste em uma túnica chinesa roxa vermelha e escura com detalhes dourados. Abaixo do peito, há um pano verde claro com um segmento preto por cima, com detalhes dourados, um cordão de baga brilhante e uma gema roxa clara no centro com uma gigantesca corrente de contas douradas. Seus sapatos são simples, sandálias pretas com saltos dourados e grossos.
Litte Rain Little Rain é uma garota de pele clara, com olhos azuis opacos e cabelos brancos muito compridos, que geralmente são soltos, mas tem uma fita roxa na parte inferior.
Ela usa um vestido bronzeado cremoso que seria revelador, se não fosse o top marrom chocolate usado por baixo dele com um pingente de ouro e roxo no meio, abaixo dos seios. Que combina com o pedaço do pescoço segurando as tiras de creme de seu vestido. Abaixo do ombro, ela tem mangas marrons chocolate e, em volta da cintura, há uma peça branca e prateada, segurando uma saia rígida marrom chocolate que revela seu vestido no meio. Decorar as partes marrons de sua roupa são detalhes em ouro. Enquanto seus sapatos são brancos, com detalhes marrons e dourados e orbes roxos em cima.
Vio (originalmente Capcom, que vazou como uma arte conceitual para Victory) está fazendo sua estréia neste jogo. Ela é baseada na franquia de Resident Evil (conhecida como Biohazard no Japão). O Sango é baseado no Sun Shang Xiang dos Dynasty Warriors e usa um Guan Dao Halbard. Little Rain é baseado na série Neverland.
submitted by YatoToshiro to Excalibur_Brasil [link] [comments]


2020.07.22 14:47 Feeling-Industry Minha ex me persegue

Tive uma namorada em 2017 e namoramos por quase um ano. Eu tinha 25 e ela 18, ela perdeu a virgindade comigo e se declarava bi. Com o tempo não conseguia "suprir" as necessidades bi dela, e acabei tomando diversos chifres. Ela me traiu diversas vezes até com "amigos" nossos em comum e teve um dia que falei chega. Depois de terminarmos ela viajou e saiu dando pra meio mundo mas sempre arranjava um meio de me mandar mensagem.
Cada vez que eu recebia um email, uma mensagem no linkedin, sms e até msg no canal de TRABALHO eu me explodia de raiva e revirava todos meus sentimentos e isso me deixa mal pra caralho.
Hj namoro outra pessoa, totalmente diferente dessa menina tóxica, e estava esses dias no shopping e ao passar por uma loja vi minha ex trabalhando de caixa, até acelerei meu passo pra que ela não me visse, mas quando fui virar o corredor eu vi que ela estava ali na porta me olhando. Cara isso me fez ficar mal a semana jnyeira, ainda mais q minha atual não sabe que ela trabalha ali. Pra melhorar o negócio, depois que ela me viu, me desbloqueou no Instagram e decidiu enviar convite de amizade.
Vei? Como tirar uma pessoa dessas da sua vida? Já respondi e fui grosso, mas parece que não entra naquela cabeça podre
submitted by Feeling-Industry to desabafos [link] [comments]


2020.07.16 16:26 fobygrassman ENCONTRE COROAS CASADAS HOJE

ENCONTRE COROAS CASADAS HOJE Conheça coroas, MILF's, e Mulheres Maduras brasileiras reais em menos de 2 horas, garantido!
Como Pegar Uma Coroa no Brasil Escrito por uma coroa verdadeira casadas
Quero namorar com uma coroa casada! Como eu namoro com uma coroa? Quais são os melhores sites de namoro de coroas? MILFs e coroas são a mesma coisa?
Não sei dizer quantas vezes já ouvi esta pergunta como especialista em namoro.
Originalmente minha resposta foi simples, pesquise no google sites de namoro de coroas e se compromete com um casal que você goste.
No entanto, há um grande problema com sites de namoro de coroas que afirmam ser focado em torno de mulheres maduras, MILFs, e coroas que estão buscando um homem mais jovem (referido como um "boytoy" ou "filhote".....
Eles não funcionam! E aqui estão 4 razões para isso: Não se preocupe, eu também lhe direi a melhor maneira de garantir um encontro com uma coroa casada ;)
  1. Não há coroas suficientes para dar conta Isto sobre isso, pumas são uma das categorias mais populares de pornografia. Em 2018 foi mostrado que "milf" foi a terceira coisa mais procurada em sites pornográficos. Cada jovem tem uma fantasia de mulher mais velha, mas quantas mulheres mais velhas você acha que estão assistindo a esses vídeos?
  2. A competição é grande! Para cada 1 coroa há 10-20 homens jovens tentando chamar sua atenção. Suas caixas de entrada estão cheias de mensagens não lidas. Minha tia é uma coroa autoproclamada, ela se inscreveu para um site de namoro de coroas uma vez, depois de obter +100 mensagens em seu primeiro dia ela nunca voltou. Então, se você é um cara jovem à procura de uma coroa você vai encontrar alguma competição séria. Pegando sua atenção é quase impossível e mesmo se você conseguir não há nenhuma garantia que ela vai estar interessada.
  3. Coroas não precisam do site Como eu mencionei antes, coroas são muito procuradas. Elas podem gritar pela janela e conseguir uma fila de caras. As coroas são mais propensas a namorar ou dormir com alguém que elas conhecem pessoalmente, elas são da antiga assim. Então, boa sorte competindo com o seu piscineiro, jardineiro, ou filho de amigos enquanto você é apenas um cara da internet
  4. Você precisa estar entre 24-29 para ter uma chance Já existe uma quantidade gigantesca de competição, mas a situação piora. Se você não está entre 24-29 você está em uma desvantagem séria. Uma pesquisa recente de coroas determinou que a idade ideal para um boytoy é 26 anos e a faixa etária média que elas poderiam até mesmo CONSIDERAR está entre 24-29. Há obviamente umas exceções mas são uma porcentagem pequena de um grupo já pequeno.
Disse a verdade sobre sites de encontros de coroas, mas provavelmente ainda está perguntando; OK, eu concordo que os sites de namoro de coroas são um desperdício de tempo, mas o que eu faço em vez disso?
Bem, você está com sorte porque há um pequeno truque muitas vezes negligenciado para aqueles que procuram coroas, sites de infidelidade! Isso mesmo, sites de traição são ótimos para encontrar coroas.
Estão aqui 6 razões porque os sites de traição ganham de sites de coroas para encontrar mulheres maduras:
  1. A grande maioria das mulheres lá são casadas, o que significa que a idade média é de cerca de 37-38 anos, a idade de coroa ideal!
  2. Você está competindo com caras mais velhos Esta é uma vantagem em tantas maneiras. Em primeiro lugar, você vai se destacar de todos os outros caras devido à sua juventude e condicionamento físico. Imagine uma coroa gostosa procurando através de homens perto dela e vendo foto após foto de caras velhos, fora de forma. Homens como seus maridos, que não as satisfazem.... Aí eles vêm através de seu perfil! Você é jovem, você está em forma (especialmente em comparação), e você está confiante. As chances de ela escrever a você é muito maior do que as chances de uma MILF se quer RESPONDER a você em um site de coroa.
  3. Elas não estão à procura de relacionamentos Elas estão em um site de traiçao de casado por isso está muito implícito que elas querem discrição e um relacionamento principalmente sexual. Isto significa que além da primeira ou segunda reunião você é basicamente o seu peguete.
  4. Você pode se destacar com uma foto de perfil! Em sites de traição a maioria dos usuários não tem uma imagem de perfil público de seu rosto. O que é típico é uma foto de corpo como seu retrato público do perfil e então fotos reveladoras em sua galeria privada. Podem compartilhar e revogar o acesso a esta galeria com sua própria discrição com quem quer que elas querem. Entretanto já que você provávelmente solteiro você pode criar um perfil com uma foto pública que inclua sua cara. Isso vai fazer você se destacar 100x vezes mais. As chances são que as mensagens virão antes mesmo de você precisar se apresentar.
  5. Elas etsão solitárias e insatisfeitas com seus maridos. Elas estão em site de infidelidade porque carece atenção de seus maridos. Normalmente, o marido começa a tratá-las como mãe/esposa e já não como um ser sexual. Esta é a sua oportunidade de dizer que elas ainda são sexy e ainda muito desejáveis e acredite que elas precisam/querem ouvir isso desesperadamente.
  6. Elas estão prontas para explorar sexualmente. Estas mulheres estão casadas há anos e o pouco sexo que têm com os seus maridos tornou-se mecânico e "baunilha". Elas estão prontos para apimentar as coisas e são maduras o suficiente para tentar novas experiências sexuais como: BDSM, ménage à trois, dominatrix, etc.
Ok, agora você provavelmente está pensando, "OK, você me convenceu de que os sites de infidelidade são 100x melhores para pegar coroas, mas como eu faço para realmente encontrar uma coroa?" Não se preocupe, siga estas 7 dicas e você vai aumentar drasticamente suas chances de encontrar uma coroa ou MILF em um site de casos.
7 Dicas Para Pegar Coroas Nota: algumas destas dicas são para o uso em sites de traição e algumas são dicas gerais
  1. Mencione a discrição no seu perfil e na sua primeira mensagem. Estas coroas são casados e estão à procura de parceiros casados porque isso garante que ambas as partes serão o mais discreto possível. Assumindo que você não é casado ou comprometido elas vão precisar de segurança de que você é discreto e confiável imediatamente. Considere escrever algo em seu perfil que diz:
"A discreção é muito importante para mim. Eu estou procurando somente parceiras discretas que são mutuamente respeitosas". 2. Mostra que não vai pôr em risco o seu casamento A outra preocupação que as coroas casadas que procuram homens têm é que você homens mais jovens são rápidos para se apaixonar e podem representar uma ameaça ao seu casamento no futuro. Elas não querem estar em uma posição onde você está exigindo que elas se divorciem de seu marido para que ambos possam estar juntos. Elas estão em sites de traição porque elas NÃO querem se divorciar. Assim o que eu recomendo é pôr algo assim no seu perfil e/ou primeira mensagem:
"Não olhando para mudar seu status ou meu, apenas olhando para ver se eu posso encontrar uma boa conexão com limites claramente definidos". 3. Você está disponível! Uma das coisas mais difíceis de se ter um caso é a disponibilidade. Se ambas as partes estão em relacionamentos é muito, muito difícil encontrar um momento em que AMBOS podem fugir de seus cônjuges sem levantar suspeitas. Mesmo quando você concorda sobre um tempo e um lugar, algo pode surgir e um de vocês pode não ser capaz de ir. A boa notícia é que você pode trabalhar em torno de sua programação. Este é um grande bônus então deixe que ela saiba disso! Ela pode nem mesmo perceber o quanto problema programação é se esta é a sua primeira vez traindo. Diga que já que você é solteiro você pode encontrá-la sempre e onde é melhor para ela.
  1. Mostre a ela que você respeita limites. Na verdade, diga a ela que você está ansioso para ouvi-los. Novamente, coroas casadas precisam de discrição e a melhor maneira de ser discreto é estabelecer limites. Pergunte a ela se há alguma regra de discrição que ela precise que você siga. Muitas vezes, são coisas como "não me escreva entre 18h e 23h", "use palavras em código para que se alguém ver as mensagens parecerão inocentes" etc. Tudo isso permite que ela saiba que você está falando sério sobre sua discrição.
  2. Elogie ela! As coroas estão em sites de infidelidade porque seus maridos não as tratam mais como mulheres atraentes e desejáveis. Se elas têm filhos, mesmo que sejam MILFs, é provável que seus maridos as vejam como mães mais do que amantes agora. Elas estão desesperadas por validação que ainda são sensuais e desejáveis e, vindo de um homem mais jovem, isso significa ainda mais!
  3. Acho que você é jovem demais para mim / não é jovem demais para mim? Espere que essa pergunta surja muito. Não se preocupe - este é um bom sinal! Se ela está dizendo / perguntando isso é porque ela está lhe dando a oportunidade de refutar. Se ela realmente se sentisse assim, não responderia a você. Mas agora você está em uma posição crítica; como você responde a isso determinará se você consegue um encontro / relacionamento. Lembre-se de que ela não está falando sério, está testando você. Prepare uma resposta bem pensada a isso com antecedência. Eu acho que este é um bom começo:
“Você realmente se sente assim ;)?” Esta é uma maneira divertida de ir direto ao ponto" "Eu realmente não vejo as coisas dessa maneira. Estou procurando por características como maturidade, confiança, discrição e abertura. Mulheres mais maduras têm mais desses traços e você é incrivelmente sexy." 7. Elas vão pensar que você é imaturo. Imediatamente elas assumirão que você é jovem, excitado e imaturo. Você precisa refutar isso imediatamente. Inicie suas mensagens o mais maduro e profissional possível. Releia suas mensagens e verifique se a ortografia e gramática são 100%. À medida que a conversa continua, você pode se tornar cada vez mais brincalhão, mas a primeira impressão dela precisa ser que você é maduro e inteligente, e não um garoto idiota.
Então aí está, minha opinião extensa e bem pesquisada sobre: Por que sites de coroa não funcionam Onde você pode encontrar coroas REAIS Como você pode maximizar suas chances de entrar em um relacionamento causal com uma coroa Se você leu este artigo e realmente implementar essas dicas, estará dez passos à frente da concorrência e estará no caminho de namorar coroas, MILFs e mulheres maduras.
Ah, e antes que eu esqueça, a pergunta "MILFs e coroas são a mesma coisa?"
A resposta é não. MILF: MILF significa ‘Mãe que eu gostaria de comer’ em inglês. São mulheres com filhos que você acha sexy, só isso.
Coroas (ou cougars em inglês): as coroas são mais velhas, atraentes, mulheres que estão "rondando" explicitamente por homens mais jovens!
O Brasil é um país de trair coroas casadas! Uma em cada dez mulheres casadas encontrou alguém mais de 10 anos mais novo! 8% das mulheres têm encontros casuais com homens muito mais jovens. A maior diferença de idade média entre coroas casadas e amantes é de cinco a dez anos 57% dos homens tiveram um caso com uma coroa casada O estudo constatou que oito por cento das mulheres casadas tiveram um caso com um homem mais jovem Mulheres maduras também são muito atraentes para homens casados. 61% dos homens casados ​​no Brasil têm um caso extraconjugal com uma mulher mais velha. 25% dos homens casados ​​namoraram uma mulher entre cinco e dez anos mais velha. O apetite sexual das mulheres aumenta com a idade, enquanto os homens tendem a atingir o pico em seus vinte e poucos anos. Isso poderia explicar a tendência crescente de coroas casadas em busca de homens. Casados ​​com homens podem ver um declínio escasso no desejo sexual e coroas casadas, eles estão ficando cada vez mais frustrados. Eles agora optam por conhecer um cara que é mais jovem, simplesmente porque sua libido é mais semelhante.
submitted by fobygrassman to coroas [link] [comments]


2020.07.04 01:59 realwoody O Dilema da Garota do Supermercado

A Garota do Supermercado é caixa de um supermercado que frequento. Não vou entrar em detalhes sobre os motivos pelos quais me interessei por ela, mas isso é um fato, e assim deixarei.
Aos poucos fui criando uma certa proximidade indireta com ela. Coisas bem pequenas, muito mesmo, mas hoje ela sabe que eu existo, e me reconhece quando apareço por lá. Da última vez que fui ela meio que brincou dizendo que dessa vez não precisei pegar fila. Coisa pequena, mas fiquei feliz com isso.
Vejo ela naquele supermercado desde antes da pandemia, e passar naquele caixa é um prazer. A questão é que eu realmente quero conhecê-la. Por mim, eu esperaria até o fim do seu turno e quando estivesse saindo conversaria com ela. Moramos relativamente próximos um do outro, então penso que talvez poderia acompanhar ela até uma boa parte do caminho em quanto conversamos.
Mas ai é que entra o dilema. Eu estudo pra vestibular, e se eu passar ano que vem, vou pra Belo Horizonte. Não sei quais são os planos de vida dela, mas não queria criar essa proximidade pra depois me afastar, até porque manter um namoro à distância deve ser muito complicado, ainda mais tendo em vista a rotina que eu teria na faculdade.
Acredito que abordá-la não seria um problema, mas a incerteza é o que complica tudo. Não a incerteza de saber se dariamos certo ou não como um casal; é mais uma questão logística, como expliquei anteriormente.
Imagine a situação: eu me aproximo dela, ela obviamente percebe que estou interessado, descubro que nossos caminhos irão se distanciar em função da faculdade que pretendo fazer e dos planos dela, e mesmo que haja afinidade, eu ficaria imobilizado. Por que eu iria começar algo que sei que será interrompido? E mais, eu acho extremamente desconfortável e chato me imaginar começando a conversar com ela - supondo que já tenha o seu número - e tendo que me afastar por saber que não vai ter jeito. Seria algo ruim tanto pra mim quanto pra ela, imaginando que ela também estivesse interessada.
Enfim, não acho que haja uma resposta que resolva todo esse dilema. Ou eu me arrisco e lido com a possibilidade de ter que encarar uma realidade diferente da ideal, ou eu não faço nada supondo que inevitavelmente nos separariamos quando eu fosse pra faculdade.
Ainda existem outras possibilidades, como a de ela não ter interesse ou ter um namorado, mas isso não seria um problema pra mim, pois não se faria como uma decepção maior do que se eu a conhecesse e descobrisse que não poderiamos ficar juntos.
Estou num mato sem cachorro.
submitted by realwoody to desabafos [link] [comments]


2020.06.21 05:41 duartejoaov Gratidão Profunda de um Adolescente.

Então, eu vejo muitos posts reclamando por aqui e tal, e sinto falta de ver coisas positivas também, portanto vou deixar minha experiência com a mudança de vida que tive.
Eu tenho 17 anos atualmente, e vocês não tem noção do quanto minha vida mudou em 2 anos ! Vou resumir bastante a história, mas se eu fosse contar tudo ficaria aqui quase 1h.
Para vocês entenderem a história, aos 15 anos em abril de 2018 aproximadamente, eu tinha uma melhor amiga que era muito apegado, e até meio apaixonado. Em abril ela começou a namorar um garoto e eu estava ficando meio triste cm isso e tal, por tanto decidi me afastar. No início tava sendo meio difícil, eu conversava com ela todos os dias e fazia falta. 1 mês depois tomei uma decisão, eu era um garoto que jogava muito, ficava 24h no Pc jogando LoL, parei pra refletir uma noite e vi que tava infeliz com a minha vida, eu não tava vivendo o que eu queria, parei pra analisar o que eu tinha que mudar, e decidi largar os jogos, vendi meu PC no dia seguinte e nunca mais joguei.
Essa decisão foi o ponta pé inicial, a partir dali minha vida estava direcionada a mudar. Eu estabeleci 3 metas de coisas que eu queria mudar na minha vida, que eram 1- Arrumar um emprego 2- Conhecer pessoas novas 3- Melhorar como pessoa, minha personalidade em geral O ano acabou de começar 2019: Comecei do início, indo atrás do emprego, todo dia de manhã entregava currículo online. Após 6 longos meses consegui meu 1° emprego, nessa época eu já não estava mais triste por ter cortado a amizade, não conversamos mais e eu não sentia falta, enfim, consegui o emprego em junho do ano passado, fiquei feliz pra caralho... Comecei a ver as mudanças surgindo. Fiz umas amizades muito boas nesse emprego, me ajudaram a evoluir, eu tinha que acordar bem cedo e carregar caixas, era cansativo mas mesmo assim era grato por aquilo e pelo o que me proporcionou.
Após 7 meses nesse meu emprego, um colega meu do trabalho falou de um concurso público que iria ter para trabalhar na empresa ao lado, que era a Intelbras, era uma vaga para jovem aprendiz, de 14 a 24 anos, pensei então porque não participar, sai do emprego e fui direto na empresa me candidatar para a prova. 1 semana depois fui fazer a prova, não tinha nem estudado direito, mas estava confiante. Após receber o resultado da prova descubro que passei na pontuação mínima que era 14/20 questões, sinceramente eu não sabia nenhuma de matemática, mas as de português eu sabia 9, então as outras 5 foi só no chute (kkk). Fiquei feliz pra caramba, porém tinha a entrevista para fazer ainda, e eram cerca de 500 jovens que iam participar para 60 vagas. Chegando o dia da entrevista, eu estava confiante, não sei porque, mas tinha a sensação de que tudo ia ocorrer bem, e foi dito e feito, a entrevista era em grupo e me destaquei muito bem, no mesmo dia soube que fui um dos aprovados. Eu estava até meio em dúvida sobre mudar ou não de empresa, pois eu tinha bastante amigos na empresa que eu trabalhava e ia ser difícil me afastar, porém eu sabia o que era o certo a fazer, aceitei a proposta, isso foi essencial pra minha mudança, vocês vão saber o porquê.
Em fevereiro desse ano eu comecei na empresa, confesso que estava meio inseguro, mas logo no 1° dia fiz amizade com um cara muito gente boa chamado Marcos. O Marcos era aquele tipo de amigo que te passa a "visão" de tudo, ele era um cara boa pinta e conseguis se dá bem com qualquer um, inclusive com as mulheres. Estava gostando muito do trabalho, era simples e não exigia muito esforço, além de ter um salário bom. Por ser um cargo de jovem aprendiz eu fazia curso no Senai, com vários adolescentes, e esse meu amigo Marcos estudava lá, portanto ele conhecia quase todo mundo, por eu andar com ele fui conhecendo algumas pessoas também. Um certo dia ele me apresentou a Lívia, que era uma garota muito linda mesmo, eu nunca fui aquele menino pegador, fiquei com poucas gurias, mas eu não me achava feio, nem muito bonito, porém tenho um papo massa, consigo desenrolar bem. Eu e essa Lívia começamos a conversar, porém conversamos por 1 semana e depois paramos de conversar.
Chegou o carnaval desse ano, eu nunca tinha pulado um carnaval, mas achei que esse ano merecesse por estar acontecendo muitas coisas boas, então eu fui. Resumidamente meu carnaval foi muito massa, eu conheci muita gente e aproveitei bastante, mesmo não tendo ficado com 1 guria só KKKKKK. Nesse carnaval conheci o Fidelis, que por coincidência morava aqui perto de casa, então decidimos ir pra casa dele beber e trocar uma ideia depois do carnaval, foi eu e uns amigos nosso, esse dia foi importante pois qnd eu cheguei em casa parei pra refletir e vi o quanto minha vida tinha mudado. Eu havia conseguido um bom emprego, consegui conhecer pessoas novas, mudei meu ciclo de amizade, me afastei de amizades que eu considerava negativas.
Dali pra frente eu sabia que tava cada dia mais perto de ter a vida que eu queria, eu tava vendo resultados das minhas atitudes e percebendo as mudanças.
Pulando pra mês passado, eu voltei a falar com a Lívia, e ficamos bem íntimos, me identifiquei muito com ela e tal, me parecia algo meio distante ainda ter algo com ela, mas mesmo assim tentei. Depois de uma semana mais ou menos decidi mandar a real pra ela, falei que achei ela uma garota muita firmeza e parceira, e que ela era engraçada e pá, e perguntei se ela tava ficando com alguém, logo em seguida ela respondeu que me achava altos guri tbm e pá e que não tava ficando com ninguém, porém isso foi d madrugada e no outro dia mudamos de assunto. A princípio minha idéia era marcar algo com ela pós quarentena, então continuamos conversando normalmente. Semana passada ela começou a dar algumas indiretas pra mim, como se quisesse ficar comigo, confesso q fiquei bem feliz, agora estamos bem próximos, já marcamos de sair e tenho certeza que vamos ficar pq ela já falou que quer. Não sei como vai ser qnd sairmos, vou só ter fé e ver no que dá, talvez eu volte pra contar como foi kkkk.
No mês passado aquela melhor amiga que eu tinha veio falar comigo, ela já tinha terminado o namoro há um tempinho, porém eu realmente nem sabia dela. Começamos a conversar e expliquei o pq tinha me afastado, além disso ela falou também que eu virei outra pessoa, que eu tinha mudado de mais para melhor e que ela tava orgulhosa de mim, pela pessoa que eu me tornei. As vezes ainda conversamos mas não sinto nada por ela, mas considero uma pessoa especial pois me ajudou a mudar.
Chegamos no dia de hoje, sinceramente 2 anos atrás eu não tinha noção do quanto minha vida ia mudar, tive muita fé e fui atrás do que queria, nunca me acomodava. Hoje recebi uma notícia muito mas muito boa mesmo, não vou comentar porque é algo que quero deixar no sigilo por enquanto, mas isso vai me abrir muitas portas na minha vida e sou extremamente grato.
A minha mensagem final pra vocês é pra vocês não aceitarem ter uma vida que não se orgulhem, a nossa vida é uma experiência única, portanto vivam o sonho de vocês, vivam o extraordinário ! Não se acomodem em uma vida que não se orgulhem, procure ir atrás de mudar, de evoluir, de conhecer coisas novas, garanto que vai ser a melhor atitude que vocês vão tomar na vida toda, e vão poder vivenciar uma experiência única de poder olhar pra trás e ver toda a tua trajetória e se orgulhar por tudo o que vivenciou. Cada pequena decisão que tomamos influência o nosso futuro, e tudo depende só de nós mesmos, de nosso pensamento e das nossas atitudes, há 2 anos atrás eu não achava que era capaz de conquistar tudo o que eu consegui, hoje estou vivenciando isso.
Sou muito grato por tudo o que aconteceu, porém não estou satisfeito ainda, e não irei parar até ter a vida que eu imaginei.
Hoje posso dizer que aquela minha lista com 3 coisas está completa, e sinto uma paz profunda por isso.
Enfim acho que é isso, perdão pelo texto longo, mas espero que ajude algum de vocês, ainda mais na fase da adolescência que é algo difícil, talvez eu conte outras experiências que tive futuramente !
Gratidão pela atenção e muita fé na mudança !
submitted by duartejoaov to desabafos [link] [comments]


2020.04.15 22:17 baianoiz 2 meses de relacionamento

Então, eu só queria desabafar de um relacionamento meu que terminou a pouco mais de um mês.
Tudo começou bem, ela estava começando a morar sozinha, pois seus pais iam se mudar para outra cidade, ela pediu ajuda para pegar umas coisas, eu fui lá (primeira vez que eu ia na casa dos pais dela) e ela reclamou pois eu não estava ajudando mesmo, que era pra eu ser proativo ajudando ela, sendo que algumas coisas ela ia jogar fora e outras não, tentei conversar com ela que eu entendia a forma que ela se sentia da mudança e que era difícil só que eu não poderia sair jogando as coisas dela fora sem saber.
Ela adotou uns gatos assim que começou a morar sozinha, já tive alguns animais quando mais novo e já namorei com pessoas que tinham gatos, você precisa de dar amor, carinho e compreensão, nem sempre eles vão fazer o que você quer ou espera, ela começou a reclamar dos gatos todo dia pra mim, de coisas que qualquer pessoa esperaria um gato fazer, subir na mesa em lugares, derrubar algumas coisas(quando sobem) e fazendo barulho a noite pois são novos na casa, ela cansou dos gatos e quis devolver, falei pra ela que não se pode pegar animais sem ter um planejamento e que eles também tem sentimentos, as escolhas não podem ser feitas de forma impulsiva, brigou comigo dizendo que eu não apoiava ela e que não iria mais falar comigo sobre o que estava sentindo, falei que eu agi errado e pedi desculpas, não queria que ela não se sentisse confortável para conversar comigo. Ela devolveu os gatos e pensei que ela ficaria mais calma com as coisas, engano meu, ela trocou de jogar o mal humor dela nos gatos para jogar em cima de mim. Brigava por coisas pequenas, como por exemplo, eu ter comido as últimas rosquinhas Mabel na casa dela, ou quando brigou pq eu não queria comer nada pq tinha voltado a fazer dieta pq não estava feliz com o meu corpo.
Quando tentei desabafar com ela de algo que tinha acontecido com a minha família, ela enviou em caixa alta dizendo que “QUERO QUE SUA FAMILIA E A MINHA EXPLODAM, ESTOU CANSADA”, a gente tinha marcado de fazer algo na sua casa com seus amigos, continuei com esse plano, você ficou mais estressada, mas olhando pra trás talvez eu deveria ter cancelado e ter ido ficar apenas com você e te ouvir, errei nisso, mas no momento eu queria te aproximar dos seus amigos, falha minha.
Mas o que me magoou mais de você ter terminado foi que você disse que eu não te dava prioridade e por isso você parou de gostar de mim, eu tive aula pela manhã durante todas as férias, faço pesquisa, estágio e ainda tenho aulas a noite e mesmo assim eu tentava ficar com você sempre que podia, não poderia sacrificar mais do que eu fiz pelo relacionamento. Talvez você não saiba, mas também ter falado que eu estava mais roliço me afetou bastante, sofri bullying no ensino médio por ser gordinho e já tive vários problemas alimentares, hoje muita gente elogia meu corpo, mas você tinha que ter dito isso.
Não foi só isso que aconteceu no relacionamento, me decepciono, pois, percebo que da sua parte não existiu uma tentativa para as coisas realmente darem certo, foram dois meses bem ruins pra mim e se eu pudesse não teria te pedido em namoro.
submitted by baianoiz to desabafos [link] [comments]


2020.03.31 07:04 mememan4624 O Paradoxo da Solidão

Eu sinto como se eu visse nesse paradoxo constante, onde em situações grupais eu me sinto desconfortável e querendo ficar sozinho, porém quando estou sozinho, eu me sinto sozinho basicamente, eu não fico mais desconfortável, porém triste, toda vez depois da escola, ao caminho de minha casa, eu crio uma falsa expectativa, como se meu cerébro falasse pra mim, "finalmente só, vai ser tão relaxante e confortante" mas quando eu fico só lembro que essa tristeza me persegue.
Bom, eu vou mudar um pouco de assunto, se quiser comentar somente sobre o primeiro parágrafo fique a vontade.
Bom, eu sempre vejo meus amigos em pequenos grupos onde cada a um se em caixa, e tipo eu faço parte de um grupo de pessoas, porém quando nos separamos eu não tenho aonde ir. Bom eu estou no Ensino médio, então o tópico do namoro sempre vem a tona, e isso me encomoda, eu nunca fiquei nem namorei alguém, eu nem ao menos tentei algo, eu sempre só respondi as perguntas sobre com "no futuro eu faço" ou "sei lá tenho preguiça" eu quero namorar alguém, sinto como se talvez isso fosse curar minha solidão, mas eu não tenho auto estima alta (nem média) e sinto como se minha simples existência fosse um motivo de desconforto perante meus conhecidos, quando vejo pessoas se pegando, ao mesmo tempo que sinto inveja, eu sinto nojo e um certo desespero de sair do local.
Bom, eu acho que é isso, obrigado por ler.
submitted by mememan4624 to desabafos [link] [comments]


2020.03.29 22:14 xxxcuzme Queria ter uma relação boa com meus pais

O título desse post ia sair outra coisa mas decidi mudar pra não respingar em quem não precisa.
Mas namoral, se vc tem uma boa relação com seus pais, AGRADEÇAM. Porque quase todo dia eu desejo isso.
Venho falar do meu pai nesse post.
Pelo menos uma vez no mês a gente tenta se encontrar, almoçar juntos e fingir que temos uma boa relação, mas passamos a maioria do tempo discutindo um com o outro por coisas desnecessárias. Meu pai é o típico nordestino interiorano chucro: homofóbico, racista, machista e de uns tempos pra cá deu a doida e veio ser negacionista também. Eu tenho evitado encontrá-lo pq ele ta doente do pulmão e eu passo muito tempo fora de casa, mas nos vimos algumas vezes durante essa quarentena. Hoje foi a segunda e sinceramente? Horrível.
Ele deu pra virar e falar uma série de asneiras sobre a epidemia que ta rolando, falar mal do governo (ex.: o dinheiro que os governos tão pedindo pra união são pra fazer caixa 2. não precisa, tem tudo no hospital! ou Essa doença é mentira, essas mortes todas são mentiras) e 3 s depois volta a dizer que ta preocupado e cuidando da própria saúde. Não consigo entender o que passa na cabeça dessa pessoa.
Mas o que mais me irrita é a contundência com a qual ele nega as coisas e a recusa dele em aceitar opiniões divergentes. Sempre rebate com um "as coisas não são só do seu jeito" quando ele fala alguma merda sobre política ou merda no geral, que ele tem direito de opinião. E quando ouve algo que não gosta, sempre distorce, dissimula tudo e me põe como a culpada, a grossa, rude, que não tem pena do pai velho e doente. Eu fico com pena demais e é por isso que eu não largo de mão de cuidar dele; eu sou uma das poucas pessoas que tá ali por ele, ele sabe disso, mas insiste em ser um completo babaca. Não pensa um segundo sobre o que eu falo pra ele e depois se faz de idiota quando é confrontado.
A nossa relação vem ficando cada vez pior; consigo contar nos dedos quantas vezes conseguimos sentar pra comer nos últimos 2 anos sem brigar um com o outro, sem que eu saísse estressada e chorando enquanto ele também fica com cara de choro, se sentindo péssimo.
Eu tento muito não rebater nada, ser a melhor filha que posso mas é bem difícil quando você tem pouca paciência e já recebeu martelada atrás de martelada de uma pessoa que só se importa com os sentimentos dela. Não pergunta sobre sua faculdade, namoro, só quer saber de você quando precisa ou tá afim de falar mal da sua mãe no almoço de domingo.
Hoje ele perguntou se eu não gosto dele. Eu não consegui responder. Minha vontade era de dizer "não gosto. acho você um pé no saco, irritante, ignorante, péssimo, e não te deixo sozinho porque fico com pena, já que quase ninguém da nossa família fala com você". Mas a real é que eu gosto e fico com o coração apertado quase todos os dias, perguntando como ele está, se toma os remédios que precisa tomar e como vai a vida dele um geral. Respondi, depois de um tempo, um "gostar da pessoa não é só falar o que agrada, ficar lambendo o saco alheio. pensa nisso" mas, como sempre, ele só escuta o que quer.
Eu só queria ter a porra de um pai normal. Que sentasse a bunda na cadeira comigo e conversasse sobre coisas normais. Que não fosse uma pessoa completamente ignorante, quase alheia da realidade que o cerca e falasse um bando de bosta achando que tá abafando, porque se acha muito observador. Só queria não sentir esse peso no coração, não achá-lo digno de pena por diversos motivos e ter um almoço feliz de domingo.
submitted by xxxcuzme to desabafos [link] [comments]


2020.03.13 22:48 BBDAngelo Quarentena em Varsóvia - dia 0

Hoje, como toda boa sexta-feira 13, tudo deu errado.
O clima já tava bem estranho desde ontem. Me despedi dos colegas sem saber se vamos nos ver em duas semanas ou em alguns meses. Vamos trabalhar de casa até as coisas se acalmarem.
Começaram todos os tipos de rumores em grupos de Whatsapp. Falaram que ia faltar comida, que o exército ia cercar Varsóvia e todo o tipo de coisas.
Eu fui fazer compras consciente de que, se todo mundo comprar o necessário, não falta pra ninguém. Muito surreal ver as prateleiras vazias.
Hoje trabalhei de casa e, como comentei, tudo deu errado.
Decidi sair pra fazer compras em horário de trabalho, assim, quem sabe, pego as prateleiras cheias.
Mas tomei uma outra decisão um pouco idiota.
Eu queria muito comprar o Switch edição especial do Animal crossing. Tentei online mas os sites diziam “dia 20”, e assumi que eles confundiram com o jogo em si, que lança dia 20.
Além disso, o escritório ainda estava aberto hoje pra quem precisasse pegar seus equipamentos, e sexta-feira é dia de almoço lá na firma. Falaram que tinham sobrado umas 20 caixas de comida que iam pro lixo. Ideal pra fazer um estoque nesses tempos.
Usei esse fato pra me enganar de que era uma boa ideia ir pro centro da cidade (irresponsável, eu sei) e resolver as duas coisas.
O pessoal nas ruas parecia não estar nem aí. Mexendo nos olhos, tossindo sem pôr a mão na boca e tudo mais. Eu não julguei porque tava arriscando minha vida por um videogame.
Passei no trabalho e não tinha mais comida. Achei só um isoporzinho triste com uma porção que coloquei na mochila. Aproveitei e peguei umas frutas que sobraram.
As câmeras devem ter me visto entrando no escritório, pegando comida rápidamente e ido embora. Hahaha.
Tomei uma chuva forte e frio pra caramba no caminho pro shopping. Ótimo pro sistema imunológico.
Não tinham a edição especial. Parece que na Europa o console só chega dia 20 mesmo.
Me expus ao vírus por uma refeição e três maçãs.
Cheguei em casa e descobri que a comida vazou do isopor e sujou todo interior da minha mochila. Pqp. Feijão ainda. Os caras nunca comem feijão aqui, foram comer justo hoje.
E claro, fiz essa jornada de merda no horário de trabalho, o que significa que vou ter que compensar no final de semana.
O que não vai ser um problema, porque o governo da Polônia acabou de declarar estado de emergência, e fechou as fronteiras.
https://www.polskieradio.pl/395/7784/Artykul/2473216,UPDATE-Poland-closing-borders-as-coronavirus-spreads
Eventos sociais estão fortemente desencorajados. Todos os bares, restaurantes, e afins devem permanecer fechados.
Amanhã eu ia jogar Cyberpunk (de mesa) pela primeira vez. O grupo acabou de cancelar, obviamente. Se pá mais pra frente rola pelo Roll20.
Os próximos dias vão ser estranhos. Que época pra ter acabado de terminar o namoro e estar sozinho no outro lado do mundo.
Vou tentar encomendar o Switch online, mas se não der vou ter que criar a ilha no meu velho mesmo. Não faz sentido isso de não poder transferir a ilha. Porra Nintendo.
Enquanto isso vou escrever esse diário.
submitted by BBDAngelo to brasil [link] [comments]


2020.03.06 00:56 Nerdialismo Meu irmão está morando com uma mãe solteira e ela está fazendo a vida dele um inferno.

Meu irmão começou um namoro a um tempo com uma moça que conhece desde adolescente e a alguns meses atrás (7 meses para ser específico) começaram a morar juntos na casa dos meus pais. Ela tem um filho de um ano de outro relacionamento, o pai paga pensão, de vez em nunca, e então meu irmão se tornou o pai da criança, e o trata como seu filho de sangue e faz tudo que pode pra ajudar, e ele e a mãe do menino tem uma relação boa e tem muito em comum, ou pelo menos tinham.
De um tempos pra cá, diria que a uns dois meses, ela tem sido bastante negligente com as contas que eles fazem, como comprar fraldas e outros produtos que o menino precisa, além de faltar do trabalho cada vez mais, e gastar o dinheiro com coisas fúteis, sendo que ambos concordaram em guardar o máximo possível para construir o canto deles no fundo da casa de meus pais pra poderem ter mais privacidade.
É claro que ele não é santo, e também é bastante complicado de se conviver, ele gosta de ter a liberdade dele e não abre mão de um tempo sozinho nos fins de semana, além de estar sempre bebendo, de fim de semana mesmo ele começa a beber desde cedo e chega a tomar uma caixa inteira em um dia, além de fumar maconha de vez em quando.
Nessa semana ela faltou duas vezes e tomou uma advertência escrita, o que significa que a próxima vez irá ser mandada embora, e ele ficou muito bravo, discutiram e então ele me contou que não aguenta mais, que ele quer terminar mas que não sabe como vai fazer isso até porque foi ele que escolheu trazer ela pra morar junto e que por causa da criança ele não sabe se pode existir repercussões em expulsar uma mãe solteira assim do nada.
O que ele deve fazer, o fato de estarem juntos por tanto tempo em baixo do mesmo teto pode ter problemas legais pra ele? Deveria procurar um advogado?
submitted by Nerdialismo to brasil [link] [comments]


2019.11.01 12:26 sky_walker23 Niver da namorada - ideias para presente

Olá pessoal,
em dezembro será o primeiro aniversário de minha namorada com ela sendo de fato minha namorada. Nos anos anteriores, antes do nosso namoro se oficializar, eu dei alguns presentes pra ela nessa data, coisas padrão de qualquer namoro: flores, chocolates e roupas também, mas sempre tentei fazer isso de forma diferenciada, com algum detalhe que fizesse o presente ser ainda mais especial.
Somos evangélicos, por isso, no primeiro presente, dei flores e chocolates junto de uma carta com uma passagem bíblica que escolhi, e isso fez o presente ser de alguma forma impactante pra ela. No segundo dei o mesmo (flores e chocolate) mas junto de uma peça de roupa que pus em uma caixa encomendada e personalizada só para ela.
Ambos os presentes deram certo. Mas estou completamente zerado de ideias para o presente deste ano. Por ser o primeiro aniversário dela depois do início do nosso namoro, e por eu gostar de impressionar ela com boas ideias, eu gostaria de dar algo novamente especial porém diferente das coisas que dei a ela nos anos anteriores para fugir das mesmície. Já vasculhei a internet inteira em busca de ideias pra me inspirar mas ainda não pensei em nada realmente interessante.
Alguém que seja bom com esse tipo de coisa ou que já tenha dado um presente diferenciado para sua parceira(o) e que assim tenha alegrado seu dia, poderia me dar uma ajuda me dizendo o que eu poderia fazer? nem que seja um presente comum mesmo mas que vocês achem adequado e de bom gosto. Espero que possam me ajudar, gostaria muito de fazer uma boa surpresa a ela.
Forte abraço, amigos!
submitted by sky_walker23 to brasil [link] [comments]


2019.09.15 19:11 YareYareDaze007 Minha "breve" história amorosa

Essa História que será aqui contada, nesse livro, é a jornada de um garoto chamado Giovane, um garoto quieto, de poucos amigos, porém muito estudioso, sempre tirava boas notas na escola. E é exatamente lá que nossa história começa.
No ano de 2017, nosso protagonista está sentado tranquilamente em sua mesa, na sala de aula, quando repentinamente ao olhar de relance para a porta, ele percebe alguém entrando, mais especificamente uma garota, uma linda garota, que instantaneamente desperta o encanto de Giovane. Vale lembrar que naquela época, ele era um garoto de 13 anos, sem nenhuma preocupação além de vídeo-games e estudos, mas tudo aquilo estava prestes a mudar. Naquele momento, ele havia descoberto o amor, que muitas vezes pode ser comparado à uma benção ou maldição. Ao ver a garota de nome desconhecido entrar, Giovane logo ficou surpreso com tamanha beleza, porém no momento não fez muita coisa. Apenas voltou aos estudos e tentou não pensar muito naquilo, porém era quase impossível, a cada conta que fazia, a cada texto que lia, a imagem da garota continuava a aparecer em sua cabeça. O que era muito ruim, considerando o fato de Giovane sempre dar muita importância aos estudos, aquilo estava o atrapalhando. Mas logo o nome da garota foi revelado: Sabrina. Giovane ouvira a professora dizer esse nome na chamada e viu a garota responder.
Não demorou muito para ele se dar conta do que havia acontecido. Ele sabia que estava sob o efeito da droga mais poderosa que existe: O Amor. E para o amor não existe cura, apenas o tempo, que foi justamente o que decidiu fazer: dar um tempo e ver o que acontecia. Giovane Não tinha ideia de como os eventos se desenrolariam dali em diante, não sabia o quanto sofreria pensando nela.
Passado algum tempo, cerca de 3 meses, e o amor de Giovane por Sabrina continuava aumentando, como uma fogueira que é atiçada pelo vento. No entanto, uma dúvida ainda pairava sobre sua cabeça: O sentimento era recíproco? Sabrina via Giovane com outros olhos? Ele não sabia, e isso estava o enlouquecendo.
Um mês depois do acontecimento anterior, ele havia pensado em uma maneira de acabar com suas dúvidas, era o único modo que nosso protagonista havia pensado: Falar à Sabrina sobre seus sentimentos. Porém, Giovane era um garoto extremamente tímido, o que deixava essa hipótese quase impossível. Ele tinha medo de contar o que sentia e não ser correspondido, ou ainda pior, ser ridicularizado pelas pessoas ao redor da escola. Chega o fim do ano e Giovane não havia conseguido se declarar. "Meu Deus, mas e se ela não estiver aqui o ano que vem? " Pensava.
2018, início do ano. E para sua surpresa, ele estava na mesma sala que Sabrina. Seria o destino dando uma segunda chance a ele? Talvez. E como dito anteriormente, seu amor não diminuía, apenas crescia dia após dia. Nosso protagonista tem 14 anos agora, muito mais maduro, certo? Errado! Ele continuava com uma ideologia de " deixar o rio fluir ", ou seja, não fazer nada e deixar que o destino cuidasse do resto. Claramente essa tática não deu certo. Porém, Giovane possuía um amigo chamado Marcos, cujo qual se dava muito bem com as mulheres. E fui justamente a ele que Giovane foi pedir ajuda. E acontece que Marcos era realmente bom no que fazia, e milagrosamente conseguiu fazer Sabrina se aproximar consideravelmente de nosso protagonista, que estava pensando sobre a vida e as decisões que havia tomado e aparentemente não interagindo com Sabrina, o que fez Marcos aparecer e talvez ter causado o maior arrependimento da vida de Giovane. Ou não? Marcos chegou conversando com ambos e acabou deliberadamente por falar que Giovane estava apaixonado por Sabrina, o que deixou nosso protagonista completamente paralisado, como se tivesse visto um fantasma, sem nada para dizer, como se tivesse visto a morte cara-a-cara. E Sabrina pareceu incrédula do fato, tanto que até se levantou da cadeira na qual estava sentada e estava se dirigindo a seu lugar, quando Marcos a parou e tentou argumentar com ela, mas nada parecia dar certo. Enquanto isso, nosso protagonista continua sentado imóvel na mesma posição que havia começado a conversa. Passados cerca de 3 minutos, Sabrina chega à mesa de Giovane e pergunta:-O que aconteceu?
-Nada. Diz Giovane
-Você está com cara de bravo. Foi alguma coisa que eu fiz?
-Não, não foi nada.
E Sabrina sai daquela mesa e volta para a dela.
A partir daquele dia, Giovane se tornou outra pessoa, alguém completamente novo. Ao invés do garoto alegre e piadista de sempre, ele havia se tornado alguém quase depressivo, não falava quase nada, passava horas parado pensando na vida, não fazia mais tantas piadas. Até o dia 10 de agosto de 2018, quando ele decide que não vale mais a pena sofrer tanto por conta de falta de coragem. Na escola, durante a aula de geografia a lição era fazer um mapa-múndi e foi o que nosso protagonista fez, porém Marcos tinha um plano para ambos ganharem nota apenas com o esforço de Giovane, que aceitou ajudar já que poderia precisar de algum favor de Marcos algum dia. E foi um plano, absurdamente bem bolado, executado com maestria e finalizado com êxito.
Na noite daquele mesmo dia, Giovane decide cobrar a ajuda que ofereceu à marcos. Mandou uma mensagem para ele e combinou que iriam executar um plano para que nosso guerreiro Giovane tivesse a coragem de se declarar à belíssima donzela Sabrina. Marcos a convenceria a segui-lo e passaria por um local combinado, onde Giovane apareceria e abriria seu coração para ela, acabando de uma vez por todas com isso, do jeito bom, que Giovane sairia com uma namorada e se livraria de sua tristeza ou do modo ruim, que era o que Giovane achava mais provável, onde ele seria completamente rejeitado e jogado à depressão para sempre, porém esquecendo de Sabrina. Nada poderia impedir esse plano de funcionar.
Exceto uma coisa: O esquecimento de Marcos que não conseguiu atrair Sabrina até o local combinado, o que fez com que Giovane saísse vagando pela escola envolto em seus pensamentos, e andando sem parar, para praticar pelo menos de alguma maneira, algum exercício, contudo ao fazer a volta na escola várias e várias vezes, no caminho Giovane se deparava com Sabrina andando com uma amiga e seu namorado, e durante algumas dessas vezes ele pôde ouvir claramente a amiga de Sabrina dizer: " quem quer catar a Sabrina? " Duas vezes na mesma hora em que ele estava passando e ainda ouviu mais uma última vez: " Ela está se doando ". Giovane estava começando a ligar os pontos, tudo começava a fazer sentido em sua cabeça. A vontade dele era alterar o curso de sua caminhada e abrir seu coração a ela, porém se fizesse isso, ele estaria desperdiçando um favor de Marcos, então Giovane Simplesmente continuou sua jornada de volta à sala de aula. Ele estava prestes a descobrir o significado de tudo que aconteceu.
No final daquele dia, Giovane decidiu perguntar à marcos se ele havia se esquecido. E de fato ele havia, no entanto se ofereceu para fazer o mesmo plano no dia seguinte. Giovane concordou.
Terça-feira, 14 de agosto de 2018, nosso protagonista vai para a escola apreensivo pensando em como vai ser, no que ele vai dizer..., mas durante a aula de história, nosso herói percebe que Sabrina estava muito impressionada com o professor novo. Estaria ela realmente afim do professor? Ou seria apenas uma brincadeira? Ele não sabia e isso o deixava apreensivo. Na próxima aula, a de matemática, a professora havia mudado Sabrina de lugar. E coincidentemente, o lugar que ela foi designada era bem perto do lugar de Giovane. Seria esse o destino colaborando mais uma vez para que tudo desse certo em sua vida?
No recreio, tudo estava combinado com Marcos. Só lhe restava sair da sala e seguir com o plano. Acontece que um amigo de nosso protagonista, conhecido pelo codinome Sem Mão, decidiu segui-lo e ver o que aconteceria e como acabaria. Giovane conta o plano à Sem Mão, que fica impressionado e diz que aquele plano era como fazer roleta russa com 5 balas. No entanto, Marcos demorou muito para fazer o plano e quando fez, não fez corretamente: Ele simplesmente disse para Sabrina que Giovane gostaria de conversar separadamente com ela, enquanto nosso protagonista apenas passava por ela e ia direto ao banheiro, pois estava muito tenso. Acaba o intervalo e Giovane se dirige à sala de aula. Na última aula, logo em seguida da de educação física, todos voltam para a sala e se preparam para a aula de matemática e provavelmente a coisa mais inesperada desse livro acontece: Ele pensando na vida como sempre, consegue ouvir Sabrina e Vinícius, um outro colega de sala, discutirem sobre voltar ao lugar anterior deles, e de repente ouve ela dizer que aquele lugar era bom porque ela conseguia ter uma boa vista de uma coisa. Instantaneamente nosso protagonista percebeu que essa "coisa" era nada mais nada menos que ele mesmo, até porque em certo momento dessa conversa ele pôde perceber Vinícius responder: Do G? Que foi logo respondido com uma resposta de Sabrina: Por que você não grita logo de uma vez?! Seguido disso, Vinícius em tom de brincadeira, aumenta levemente sua voz e repete a frase anterior. A teoria das cinco balas de Sem Mão acabara de ser refutada, pois com essas informações, suas chances aumentaram consideravelmente, deixando a arma com apenas uma bala. Estava muito claro para Giovane que Sabrina aparentemente gostava dele, mas não queria que isso fosse exposto. Passado certo tempo da aula, mais uma vez Sabrina diz que é um bom lugar e que ela consegue observar muito bem essa "coisa" e foi respondia por Vinícius: Mas do seu lugar anterior, você também consegue ver. E logo veio a resposta: Sim, mas daqui eu consigo ver mais de perto, logo esse lugar é melhor. Ele sabia que, ou se tratava dele ou de algum de seus amigos que sentavam perto, e estava bem convencido de que se tratava dele. Nesse momento, Giovane estava pulando de alegria por dentro, mas por fora só se via sua expressão mais comum: a de indiferença. Ninguém simplesmente olhando, poderia saber a felicidade que residia dentro de Giovane naquele instante. Ele foi para casa se sentindo renovado e feliz, só não voltou saltitando por motivos de masculinidade. O que aconteceria depois?
No dia seguinte, Giovane não foi para a escola. Ele havia ido ao médico, e como o sistema de saúde do Brasil não é dos melhores, não conseguiu voltar a tempo de ir para a escola. Ainda nesse dia, pela primeira vez ele decide tirar seu bigode e por incrível que pareça, se achou mais bonito e se sentiu deveras confiante em sua jornada. Por volta das 18 horas, conversa por mensagens com seu amigo Sem Mão e lhe conta sobre o que havia descoberto ouvindo aquela conversa, e para desanimar um pouco nosso herói, Sem Mão diz que o "G" mencionado na conversa, poderia ser de Gustavo, outro aluno da mesma sala, mas Giovane prefere acreditar que ela se referia a ele. Logo em seguida, começa a conversar com Marcos, que também fica ciente da situação e diz:
- Ela está brincando com você, cara...
- Não, estou tão confiante que apostaria cinco reais que ela não está brincando!
- Cinco reais? Apostado então! Mas para você ganhar, ela tem de deixar explícito que aceita você. Assim como para eu ganhar, ela deve deixar explícito que rejeita você.
- Claro.
Giovane não possuía cinco reais, nem sabia onde conseguir, mas estava confiante.
16 de agosto de 2018, nosso protagonista aparece na escola e diferentemente do último dia, não parecia tão tenso, parecia até mesmo confiante do que iria fazer. Logo Marcos apareceu:
- Está fechada a aposta de hoje?
- Com certeza!
- Você sabe que vai perder, né?
- Certamente que não, estou tão confiante que nem trouxe o dinheiro, como sinal de que sei que não vou falhar! – Cada frase que nosso protagonista falava, era dita com convicção.
- Se está tão confiante assim, suba a aposta para dez reais!
Giovane pensou por alguns segundos. Ele não tinha esse dinheiro em mãos, mas para mostrar confiança à Marcos e a si mesmo, subiu a aposta.
- Feito!
No instante que disse isso, o sorriso malicioso que habitava o rosto de Marcos fora substituído por uma expressão de espanto. Não podia acreditar que nosso herói estava tão confiante. Porém, durante toda essa conversa na aula, Marcos decide contar à professora de ciências sobre a aposta, e para a surpresa de ambos, ela havia achado uma aposta interessante.
15:30, havia chegado a hora do intervalo, a hora da verdade. Quando pôs o pé para fora da sala de aula, soube que duas coisas importantíssimas estavam em jogo: Seu futuro amoroso e dez reais, que podem não parecer muito, mas na época que o país estava... Ele achava que seria fácil, mas estava muito enganado, pois quando estava fazendo o reconhecimento do melhor lugar para a abordagem, pôde sentir sua perna fraquejar. Depois de dar algumas voltas na escola e consequentemente acabar encontrando com Sabrina no caminho, ele havia achado que estava pronto e quando foi procurar seu alvo em movimento, não o encontrou, no entanto, logo descobriu que ela estava sentada, com sua amiga já mencionada anteriormente. Não havia mais escapatória, teria de se declarar na próxima volta e podia sentir seu coração bater cada vez mais forte ao se aproximar do local. Infelizmente, ao chegar e estar preparado, se depara com mais 4 garotas conversando com Sabrina e sua amiga, o que fez nosso herói alterar o curso e ao invés de parar, acabou seguindo sua trajetória comum. Faria na próxima volta, não importava o que acontecesse, porém, ao chegar novamente e ver que só estavam ela e sua amiga sentadas, não conseguiu. Era como se uma força desconhecida o impedisse.
Bate o sinal para todos voltarem para suas salas de aula e nosso protagonista entra e percebe que teria uma aula vaga, e logo seu lamento em não ter conseguido se declarar, se tornou em forças para tentar agora que não haviam tantas pessoas lá fora. E mais uma vez não conseguiu, até que Sem Mão propõe um desafio: reproduzir um desenho de seu amigo Raul, um cara vidrado em desenhar, e Giovane aceita, pois ficar andando e se lamentando não era a melhor atividade. Chegando onde Raul estava, Sem Mão explica o desafio, porém, por algum motivo Raul pega uma folha e corta em duas, dando uma parte para Sem Mão e outra a si mesmo. Giovane não se importa. Na verdade, parecia não se importar com mais nada depois de ter fracassado em conversar com uma garota. Sem Mão reproduz um desenho de um homem com terno roxo e gravata que Raul havia feito. A única diferença, no entanto, foi que sua reprodução ficou parecendo o cruzamento de um desenho de uma criança sem talento com um feto malformado em um pote com formol. Após isso, aparentemente Sem Mão ficou tão entediado quanto nosso protagonista e decidiu voltar a andar, quando de repente veem Marcos e o namorado da amiga de Sabrina tentando tirar a namorada de Marcos e a amiga de Sabrina de um banco no qual estavam todas sentadas. Giovane pensou que poderia ser Marcos querendo ajudá-lo a conseguir, mas qual seria sua motivação além de perder dinheiro? E eles conseguiram tirar as garotas do banco, deixando Sabrina sozinha, que decidiu levantar e começar a andar, mas nosso herói não pensou em abordá-la, simplesmente não tinha a coragem para isso. E acontece que ele era um cara muito corajoso quando se tratavam de brigas e tudo mais (até enfrentou um bando de garotos que estavam o incomodando uma vez), mas quando se tratava de garotas, ele não sabia o que fazer. Depois disso voltou para a sala a tempo de acompanhar as duas últimas aulas de geografia. Contudo, no final da última aula, Marcos veio conversar com nosso herói:
- E aí cara, cadê meus dez reais?
- Eu não falei com ela, logo não tomei um fora, o que significa que eu ainda fico com meu dinheiro.
- Porra, cara. Qual a dificuldade? É só chegar lá e falar " eu estou afim de você, vamos ficar juntos? " E acabou.
- Se fosse tão fácil assim, eu já teria feito há um ano e oito meses atrás...
- Mas é fácil!
- Não para mim. Me falta coragem.
Então Marcos decide tomar uma abordagem mais agressiva.
- Olha lá a bunda dela como é grande! Você não quer ter isso?
Giovane continuava dizendo que não tinha coragem.
- Olha lá, o cara foi dar tchau para ela e passou a mão na bunda dela! E ela ainda deu risada! Você vai deixar o cara fazer isso com sua futura esposa?
O sangue de Giovane fervia, como se ele mesmo fosse explodir a qualquer momento, mas ele era um cara calmo e conseguiu se manter normalmente apenas dizendo " calma e tranquilidade " a si mesmo enquanto Marcos dizia:
- Se amanhã você não conseguir, você vai ter de dizer para todo mundo que você é um merda e eu sou superior!
- Okay, já me considero um merda normalmente...
Mas aquela conversa lhe deu forças para o que ele faria no dia seguinte.
Dia 17 de agosto de 2018, nosso herói está prestes a sair de casa, enquanto seu pai assistia tevê, e de relance, pôde ver a notícia mais bizarra que já havia visto em toda a sua vida: " Homem-Aranha do crime " que aparentemente era um ladrão que escalava prédios tão bem que recebeu esse nome.
Chegando na escola, pronto para fazer um trabalho de artes, acaba descobrindo que haveria outra aula vaga, já que sua professora tinha faltado, o que o deixou feliz e enraivecido. Quando já havia saído da sala e estava andando pela escola, começa a falar com Sem Mão desse livro que está sendo escrito agora mesmo.
- Vai ter muita coisa nesse livro!
- Essa conversa também?
- Provavelmente, já que eu vou colocar qualquer coisa que pareça insignificante o suficiente no lugar de alguma informação que seria crucial, ou seja, essa conversa vai direto para ele.
- Bem, isso não seria meio que...
- Um Inseption muito foda!
- Eu ia dizer quebra da quarta parede, mas Inseption também está valendo.
- Não é bem uma quebra da quarta parede. Eu só estaria fazendo isso se eu dissesse: " Ei, você aí que está lendo esse livro, como é que você está? "
- É, realmente...
Ao andar, se deparava algumas vezes com Sabrina andando com Marcos e outra pessoa não apresentada anteriormente: Kauã. Em algum momento, Marcos tentou parar Giovane o empurrando e lembrando que ele tinha de concluir sua tarefa naquele dia, ou então seria um fracassado.
- Você tem até hoje para conseguir.
- Veja bem, meu amigo, até a meia-noite ainda é hoje.
E essa foi uma sacada bem esperta, tenho que admitir. Enfim, nosso protagonista continuou andando um pouco até que...
- Giovane! Chega aqui! – Disse Marcos aos berros sentado em um local perto de uma árvore.
- Porra... – Disse Giovane.
E foi andando até chegar a ele.
- Que foi, cara? – Perguntou em tom de desânimo.
Eu preciso que você tire uma foto.
" Uma foto? " Pensou Giovane, achando que poderia ter um esquema armado por Marcos.
- Ok, vamos lá!
E foram caminhando em direção à uma outra parte da escola. Quando chegaram, nosso herói se pôs em posição e segurando o celular de Marcos, estava pronto para fotografar. Enquanto olhava para a tela do celular, podia ver Sabrina e sua beleza, ao mesmo tempo que pensava " Caralho, eu sou um merda meu irmão! " E tirou a foto. No entanto, o que não sabia, é que quando já ia se retirando do local, Marcos o chamou e disse:
- Não, cara. A gente só quer que pegue essa parte da parede.
- Ah, ok.
E novamente estava em posição observando Sabrina pela câmera, e logo tirou outra foto. E dessa vez, conseguiu voltar à sua rota sem ser chamado mais uma vez. Andava e andava, sem rumo, sem destino, sem coragem, quando com sua super audição pôde ouvir Sabrina discutindo com Marcos, atrás dele.
Ouvindo isso, ela decide desafiar Marcos para uma briga, e ele logo se acovarda. Como Giovane, ele não tinha coragem. Quanta hipocrisia, não é mesmo, caro leitor? No entanto, ele logo teve uma ideia.
- Vai lá e usa essa raiva no Giovane!
E Giovane continuava andando na frente apenas ouvindo essa conversa, quando foi chamado.
- Giovane! Chega aqui!
E lá ele foi conversar com ele.
- O que foi dessa vez?
- A Sabrina quer te dar um soco.
Mas ela não queria.
- Não, eu não vou! – Disse ela.
- Por que não? – Perguntou Marcos
- Porque eu estou com raiva de você, não dele!
Mas depois dessa breve conversa, Giovane notou um olhar de Sabrina dirigido ao nosso herói. Sabrina realmente teria olhado para ele da forma que imaginava? Ou só estava ficando louco? Descobriria tudo isso em breve...
Dia 18 de agosto de 2018, sábado, por volta das 22:30 da noite Giovane é contatado por Marcos com uma mensagem:
- E aí, cara?
- Opa.
- Tudo beleza, cara?
- Tudo de boa.
- Então, cara... eu acho que você perdeu a aposta.
- Não, pois a aposta não tinha prazo. A única coisa que tinha prazo era eu dizer que sou um merda e a sexta já passou, então você foi enganado...
- Aí é que está, meu amigo quem está se enganando é você mesmo. O único que está sofrendo por amor é você.
- Sim, mas ainda assim, a cada dia minha coragem vai aumentando...
- Não se iluda meu pobre amigo. Esse seu coração não merece sofrer!
- Eu estou apenas contando os fatos.
- Não ame aquela garota, ela não merece você.
- Se fosse tão fácil assim... E você não vai me fazer desistir, porque sou brasileiro e brasileiro não desiste nunca!
- Entendo, apenas não quero que sofra por algo que não tem futuro.
- Eu já sofri para caralho, eu tentar isso não vai aumentar a dor que eu sinto por não estar ao lado dela.
- Você realmente quer isso, não quer?
- Sim, porra!
- Para que você possa ver que eu não estou mentindo. Eu nunca disse isso para você, porém... eu realmente não tenho nada para fazer.
- Etcha porra!
- Sim, essa foi a única palavra que você nunca me ouviu dizer.
- E qual seria? – Perguntou Giovane apenas para ver Marcos admitindo que estava tão perdido quanto ele.
- Eu não sei o que fazer.
- Ca ra lhou.
- Por conta dela, não tem muito o que fazer.
- Isso mostra que é um caso absurdamente difícil.
- Sim, porém não impossível.
- Até porque nada é impossível, exceto o Palmeiras ganhar um Mundial. Isso é impossível.
- Kkk verdade. Como eu já vi que você não vai desistir da Sabrina...
- Certamente que não.
- Eu vou pelo menos tentar ajudar.
- Que bondoso.
- Porém, como nada na vida é perfeito, eu vou usar minhas técnicas...
- Caralho. Tenho trauma dessas técnicas.
- Pode apostar! Até porque, eu aprimorei elas...
- Acho bom mesmo, kkk
- Porém não foi para um lado bom! Foi para um lado mais extremo.
- Puta merda.
- Eu já pensei no que vou fazer. Funciona muito em filmes e novelas.
- Diga-me.
- Vou trancar vocês dois, em algum lugar sozinho.
- Caralho. – Giovane já sabia que aquele plano não iria funcionar, porém decidiu ouvir até o fim.
- Vai ser perfeito. Você vai ver, aí é por sua conta. Na verdade, a parte mais difícil sempre vai ser para você.
- Eu estou com um certo medo do que pode acontecer.
- Ela pode falar tudo que sente por você, ou ela pode ficar de fato com você.
- Ou pode não acontecer nada.
Depois de um tempo de conversa Marcos se convenceu de que seu plano não era dos melhores. Até que disse:
- Eu te ajudo e você me ajuda. Eu te ensino o que sei, e você o que sabe...
- O que exatamente você precisa?
- Eu quero saber como você pensa tanto e quero saber como você é tão concentrado, etc....
- Caralho, sério?
- Sim.
- Ok, aqui vai. Não tem segredo: Você só tem que pensar que sua vida dependesse daquilo. Mas, o lance de ser pensativo, acho que é porque eu não tenho muito o que fazer, apenas pensar.
- Ótimo!
- Espero ter ajudado.
- Ajudou sim, muito obrigado. Agora o que você precisa?
- Fora o lance da Sabrina, nada.
- A melhor opção seria chegar nela em alguma hora em que ela estivesse sozinha ou falar que é uma conversa em particular.
- Sim, o lance é que eu preciso de coragem.
- Quer saber, você transmite confiança. Algo que eu queria muito transmitir.
- Só reprimir suas emoções e mostrar nos momentos mais cruciais.
- Como assim?
- Você nunca sabe se eu estou feliz ou triste, certo?
- Certo.
- Mas as minhas emoções mudam. Tudo que eu faço é mostrar o que eu quero que os outros vejam: A minha cara de indiferença de sempre.
- Porra.
- É basicamente só isso.
- Valeu, cara.
- Você me ajuda muito, estou retribuindo.
- Muito obrigado. Mesmo, cara.
- Não há de quê.
Dia 19 de agosto de 2018, Marcos envia uma mensagem por volta das 21:00 para Giovane:
- Cara, estamos na mesma situação. Eu me apaixonei e ela não dá bola para mim. Fudeu, eu me apaixonei. Isso não é natural no universo.
- Vamos conversar.
- Fudeu.
- Você se fodeu.
- Sim, Fudeu. Eu me apaixonei e isso não é normal da porra da natureza! Eu sou Marcos Ribeiro, não posso me apaixonar!
- Agora sente o que eu sinto há quase dois anos. Não é fácil quando é com você, né?
- Literalmente não. Mano, ela é maravilhosa e não me dá bola. Nem com meus truques e experiência não consigo.
- Você sabe que se eu conseguir ficar com a Sabrina e você não pegar essa mina, o mundo deu uma puta volta.
- Sim.
- Algo de errado não está certo.
- Nem um pouco. Mas, mano ela é perfeita! Pensa na Sabrina e multiplica por 20.
- Impossível!
- Juro.
- Para mim não existe nenhuma garota na face da terra que se compare à beleza da Sabrina. Acho que o amor faz isso...
- Mano, Fudeu. Eu me apaixonei. Pera aí...
- Eu poderia ser muito cuzão e não ajudar, mas você tentou me ajudar, então farei o que puder.
- Pronto. Não sou mais apaixonado.
O amor não é brincadeira de criança, é coisa séria e não se livra do amor tão rapidamente. E Giovane sabia disso, então ou Marcos não estava apaixonado desde o início, ou ainda estava apaixonado ou talvez estivesse inventando tudo aquilo.
- Ata kkk.
- Sério, passou. Eu me controlei.
- O amor vai e vem como uma montanha-russa.
- Não. Não comigo.
E foi então que nosso herói se preparou para fazer um dos melhores discursos de todos os tempos.
- Você pode ter esquecido agora, mas vai pensar nela de novo. E aí fodeu. Mas, se tem uma coisa que eu aprendi é que você tem que insistir...
- Não. Foda-se.
- ... até não ter mais forças. Você não vai esquece-la, apenas aceite o destino. Se você não tentar, alguém vai e você vai ficar muito arrependido. Então você não vai desistir, porra! Logo você, o cara que me incentivou a correr atrás da Sabrina, não pode simplesmente desistir. Essa pode ser a mulher da sua vida, então você teria que ser muito burro para deixar de tentar. E é por isso que você vai correr atrás dela.
Esse foi um puta discurso. Foi tão bom que parece que foi redirecionado a si mesmo e deu forças para ele fazer o que faria amanhã.
Dia 20 de agosto de 2018. O que nosso herói fez? Nada! Até tentaria falar com Sabrina, mas o problema é que não a via. Ficou todo depressivo por passar mais um dia sem conseguir e foi para casa. Chegando lá, sente uma certa fome e decide fazer uma omelete. Uma coisa que deve ser dita anteriormente, é que independente de quanta pimenta do reino colocasse, não conseguia sentir a picância que deveria. Fazendo a omelete, coloca pimenta do reino e seus dedos ficam sujos. Logo vem seu pai, com uma má intenção.
- Lambe a pimenta aí para você ver que não arde quase nada.
Giovane confiava em seu pai então provou e por um segundo pensou " nossa, não arde mesmo ", mas estava muito enganado e arrependido, pois depois de dizer isso, pôde sentir sua língua queimando como carvão em brasas, então pensou " vou tomar um copo de leite e estará tudo resolvido ", acontece que no momento a caixa de leite que estava na geladeira, havia acabado e Giovane teve que esperar cerca de trinta segundos de pura dor e sofrimento até conseguir abrir outra caixa de leite.
Esse pequeno conto não interfere em nada nossa história, mas achei que deveria ser compartilhado.
Quinta-feira, 23 de agosto de 2018. Nosso herói já está na escola durante a terceira aula, esperando o sinal para o intervalo. Ao ouvi-lo, Giovane, como sempre, começa a andar em voltas, porém, mais uma vez se depara com Sabrina, mas dessa vez ela não está andando, e sim parada com algumas garotas, o que eliminava completamente a possibilidade de tentar fazer seu plano, então apenas segue seu caminho. Voltando para a sala, ele não sabia, mas sua vida que já era depressiva, estava prestes a ficar pelo menos três vezes pior, por um tempo. Ao entrar e sentar em sua cadeira, pôde ouvir Yasmin, sua prima, dizer claramente que era um cupido, logo em seguida Sabrina conversa com alguém que ele não conseguira identificar, mas ouve a seguinte frase durante a conversa " Eu virei e dei um beijo na mina ". Naquele momento, não sabia o que fazer. Seus olhos começaram a lacrimejar como se estivesse cortando um milhão de cebolas enquanto um anão tailandês chicoteava suas costas. Sentiu que todo o sentido de sua vida havia acabado, sentiu-se como se o chão que estava aos seus pés havia desabado. Para esconder sua tristeza de todos e de si mesmo, Giovane adotou um comportamento bem agressivo, mas enquanto conversava com Marcos ouviu-o dizer:
- Vamos fazer uma aposta amanhã. Tipo os gringos jogam pôquer e apostam salgadinho essas coisas, já a gente que é fudido aposta bala. A gente poderia, sei lá, jogar algum jogo de azar tipo pôquer, truco...
- Eu toparia um truco. – Disse nosso protagonista.
- Ok, então amanhã todo mundo traz bala para apostar e a gente joga um truco.
Chegando em casa, de noite, Giovane decide contar a seus amigos sobre o motivo de ter ficado tão furioso a partir do intervalo, exceto por uma parte que ele não conseguia parar de rir como se fosse um retardado " Bebidas Xabás ". E ao contar para Semeão, ele recebe um discurso motivacional quase tão bom quanto o que havia feito para Marcos.
- Giovane, sabe o que você precisa?
- O que?
- TVNC
- Wtf?
- Tomar vergonha na cara.
- Porra, semeon.
- Criar coragem e ir.
- Sim. Só preciso do meu bigode, ele me transmite segurança.
- Não deixe que coloquem o dedo na sua cara e digam quem você é!
- Minha autoestima começou a subir...
- Virou mó conversa motivacionap. Maldito correto. R.
- Maldito analfabetismo!
- Cara, você é o cara!
- É bizarro que eu nunca pensei que não conseguiria por falta de coragem, mas sim por rejeição.
- Você vai conseguir. Se tiver a lábia mais do que perfeita, você é imbatível!
- Sim, eu só preciso chegar nela.
- E puxar um bom papo.
- Com puxar um papo, você deve saber que eu vou chegar fazendo a proposta.
- Hum, é mesmo?
- Se a porra do Marcos tivesse seguido o plano...
- Então quando você chegar nela, já sabe...
- Agora tenho que ir.
- Vou recobrar o favor do Marcos, mas falous.
- O Kauã está mandando eu jogar com ele.
- Olha só, escravatura, mas falous.
Naquele mesmo dia, ele cobrou o favor e Marcos concordou em ajudar.
Dia 24 de agosto de 2018, na escola durante a primeira aula que deveria ser de artes, mais uma vez é uma aula vaga. Ao andar com Sem Mão e Raul, como sempre nosso herói se depara com Sabrina sentada com algumas amigas. Dando algumas voltas, durante uma delas, ao passar pelo grupo de garotas, nosso protagonista consegue ver claramente Sabrina olhar diretamente para ele por cerca de três segundos. E não era qualquer olhar, era um olhar tão certeiro que não havia a possibilidade de ela estar olhando para algum outro lugar. Esse fator somado às informações que Giovane havia conseguido ouvir ao longo do tempo, lhe dava uma chance de 99% de Sabrina estar afim dele.
Feliz para cacete, depois que a aula vaga acaba, volta para a sala e vai fazendo as lições até chegar a última aula de geografia. Todos haviam se lembrado do que Marcos havia combinado sobre o truco. Mas ninguém trouxe um baralho.
Depois de tudo isso, com sua confiança, nosso herói faz uma das coisas que mais se arrependeria em sua vida, ele decide aumentar a aposta que havia feito com Marcos para 20 reais. Se ele conseguisse, seria ótimo ganhar esse dinheiro, mas Giovane não pensou no caso de não ganhar a aposta, pois estava cego pela ganância do dinheiro fácil. Marcos aceita a proposta e dessa vez foi mais esperto por ter colocado um prazo de dois dias na aposta.
Durante alguns dias, nada de tão importante acontece que deva ser mencionado nesse livro. Isso até o dia 30 de agosto de 2018...
Giovane decide que pediria Sabrina em namoro durante o recreio, mas para isso precisaria da ajuda de Marcos, que concordou em ajudar depois de certas negociações.
É chegado o intervalo e a tensão estava subindo, até porque agora além de Sabrina, 20 reais estavam em jogo, e nosso herói não tinha nem perto disso...
Giovane anda durante o recreio procurando Marcos e acaba o encontrando.
- Então, cara... agora seria uma ótima hora para aquela ajuda...- Disse nosso protagonista.
- Ah, sim claro, claro... A gente só precisa encontrar a Sabrina...
E lá se vão Marcos, Giovane e Thiago (Não o Sem Mão) procurando a garota. Até que Marcos tem uma genial ideia (sem sarcasmo).
- Giovane, faz o seguinte: fica ali na árvore que eu vou ver se eu encontro ela e chamo-a aqui.
Nosso herói concordou com a cabeça e foi se dirigindo à árvore. Chegando lá, não parava de pensar o que iria dizer, até que de relance, consegue ver Marcos caminhando com Sabrina em sua direção. Eles haviam chegado.
- Então, o Giovane tem um negócio para te falar...
"É agora", pensava Giovane. Não havia mais escapatória.
- É então, é sobre o lance que eu ia falar ontem... Sabrina eu sou absurdamente afim de você, e você sabe disso, então... quer namorar comigo?
- Então... no momento eu não estou disponível..., mas se quiser a amizade, estamos aí.
Ele se sentia arrasado, detonado, zuado, fudido, quebrado.
Aquelas palavras ecoaram na cabeça de Giovane, que agradeceu a Sabrina por ter cedido seu tempo e foi embora andando. Por incrível que pareça, ele se sentia libertado. Triste, porém, libertado.
E nossa história termina aqui com um final não tão feliz(ou será que não?).
E com essa finalização, eu agradeço por ter tirado um tempo do seu dia para ler isso.
submitted by YareYareDaze007 to EscritoresBrasil [link] [comments]


2018.05.03 17:41 __one_more_time__ Vocês já fizeram alguma besteira ou algo impulsivo mas que acabou dando, de certa forma, certo para vocês, mas vocês não esperavam aquele resultado?

Tinha uma garota a qual eu paquerava fazia um tempo. (eu lembrei dessa história depois de postar uma foto da minha gata aqui hoje).
Ai ela trabalhava numa lotérica. Nós nos conhecemos numa festa e acabamos transando naquela noite mesmo. Nós já nos conhecíamos de vista, mas no dia da festa eu tava tão loucasso de alcool que a coisa fluiu muito natural.
Só que no dia seguinte, após o efeito do alcool, eu me peguei pensando: e agora? como eu volto lá e falo com ela e transo mais? Pode até dar namoro, pensei!
Ai eu fui lá na lotérica ver ela, mas ela trabalhava como caixa. Cheguei lá e pensei "E agora?".
Peguei uma megasena e marquei em formato de coração os 6 dígitos. Repensei, joguei no lixo e remarquei direito. Achei muito brega o coração.
Eu fui no caixa dela (era a fila maior pqp, deu muito na cara, e demorou muito chegar lá), ela sorriu, nos cumprimentamos, ela me passou o número dela.
Não deu certo. Não tivemos muito contato. Morreu a parada.
MAS EU GANHEI 344 REAIS NA ÉPOCA PQ EU ACERTEI UMA QUADRA PQP!
submitted by __one_more_time__ to brasil [link] [comments]